Saiba tudo sobre o saque do FGTS 2019

sacando dinheiro no caixa automático
Caique Cabral

17 de setembro de 2019

Saques começaram na última semana e têm o limite de R$ 500 por conta. Quem tem poupança na Caixa Econômica Federal recebe o valor automaticamente nas datas previstas em calendário. Veja mais!

Se você está passando por algum aperto financeiro ou precisa de um dinheiro extra, já deve estar atento aos assuntos relacionados aos saques do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). A liberação dos valores começou no último dia 13 para contribuintes nascidos entre os meses de janeiro a abril e que possuem conta poupança na Caixa Econômica Federal. Mesmo assim, muitas pessoas ainda estão com dúvidas a respeito do assunto.

De fato, a iniciativa, que acontece por meio da MP 889/2019 chega com algumas regras, critérios e datas importantes que devem ser conferidas. Os saques, limitados a R$ 500 por contas inativas ou ativas do FGTS, chegam na intenção de movimentar a economia, diminuir o número de inadimplentes e até dar uma folga no orçamento apertado.

Por conta da importância do assunto e do grande interesse dos trabalhadores na medida provisória, é importante que todos saibam das regras e do calendário oficial divulgado pelo Governo Federal e pela Caixa Econômica. Assim você garante que tudo sairá conforme planejado e que não vai ficar esperando o seu dinheiro na data errada.

Quer saber mais sobre o saque do FGTS de 2019, quem tem direito e quais as datas de pagamento? Fique ligado no post completo que preparamos para você!

Quando é possível sacar o FGTS?
Como saber se tem direito ao saque?
Como faço para consultar?
O que é NIS?
Quais as regras para o saque do FGTS 2019?

Quando é possível sacar o FGTS?

Essa é uma das informações mais importantes sobre o saque do FGTS. Para que você consiga se programar e não se frustre esperando dinheiro em dia errado, é preciso estar atento às datas disponibilizadas pelo governo e pela Caixa Econômica Federal. A instituição divulgou recentemente que o calendário conta com três datas importantes de início de saque. É válido lembrar, no entanto, que os saques não são feitos de forma indiscriminada ou aleatória; tudo depende da data de nascimento do trabalhador que tem direito a estes valores e se ele é correntista da Caixa Econômica Federal.

A primeira data foi no dia 13 de setembro, que beneficiou contribuintes nascidos nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Os próximos dias para outros trabalhadores serão em 27 de setembro e em 9 de outubro. Quem tem conta poupança no banco estatal recebe o benefício automaticamente a partir do primeiro dia de liberação.

Para receber o benefício em sua conta corrente ou conta poupança não é preciso fazer nada e nem solicitar o saque para o banco. Se o contribuinte quiser manter o dinheiro nas contas, entretanto, deverá informar o banco diretamente nas agências bancárias ou pelo aplicativo de Internet Banking.

É importante, no entanto, que a conta tenha sido criada até o dia 24 de julho e 2019. Contas abertas após esta data devem seguir as regras de contribuintes que não são correntistas.

Veja abaixo quais serão as datas de liberação de pagamento para correntistas de acordo com o mês de nascimento de contribuinte.

CALENDÁRIO DE LIBERAÇÃO DO FGTS 2019 

Para quem TEM conta na Caixa Econômica Federal

Mês de nascimentoData para saque
Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

A partir do dia 13 de setembro
Maio

Junho

Julho

Agosto

A partir do dia 27 de setembro
Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

A partir do dia 9 de outubro

Se você é contribuinte, deseja sacar o valor do FGTS das suas contas ativas e inativas, mas não tem conta na Caixa Econômica Federal, não se preocupe: as datas de liberação do valor estarão disponíveis a partir do dia 18 de outubro. Esses valores poderão ser sacados diretamente nas agências bancárias, lotéricas e caixas eletrônicos para quem tem o Cartão Cidadão.

Para isso, o contribuinte deve estar munido de documentos de identificação e também seguir um calendário de acordo com data de aniversário. Nesses casos o prazos e estenderá um pouco mais. Confira a tabela abaixo para ver quando os seus valores de FGTS poderão ser aproveitados.

CALENDÁRIO DE LIBERAÇÃO DO FGTS 2019 

Para quem NÃO TEM conta na Caixa Econômica Federal

Mês de nascimentoData para saque
JaneiroA partir do dia 18 de outubro de 2019
FevereiroA partir do dia 25 de outubro de 2019
MarçoA partir do dia 8 de novembro de 2019
AbrilA partir do dia 22 de novembro de 2019
MaioA partir do dia 6 de dezembro de 2019
JunhoA partir do dia 18 de dezembro de 2019
JulhoA partir do dia 10 de janeiro de 2020
AgostoA partir do dia 17 de janeiro de 2020
SetembroA partir do dia 24 de janeiro de 2020
OutubroA partir do dia 7 de fevereiro de 2020
NovembroA partir do dia 14 de fevereiro de 2020
DezembroA partir de 6 de março de 2020

Para facilitar essa consulta, você pode verificar o site da Caixa Econômica Federal, na ferramenta Saldo do Saque Imediato. Os não correntistas podem sacar diretamente nas agências bancárias, casas lotéricas ou nos terminais de autoatendimento — este último para quem tem o Cartão Cidadão.

Como saber se tem direito ao saque?

Para saber se você tem direito a usufruir do benefício do saque do FGTS 2019, é preciso que você tenha trabalhado com registro em carteira e que as empresas empregadoras tenham pago os valores corretamente. Ainda que você já tenha se desligado dos empregos antigos, contas inativas podem apresentar valores que continuam sendo corrigidos e essa é a hora de aproveitar os benefícios que um dinheiro inesperado pode trazer. Lembrando que contas inativas são aquelas cujos contratos de trabalho estão extintos.

É importante lembrar que o FGTS é um pagamento obrigatório e que tem o objetivo de proteger o profissional. Todo mês o empregador deverá depositar nas contas um valor correspondente a 8% do salário do funcionário, ou seja, se você trabalhou com registro e não tem indícios de contas de fundo de garantia, veja se não foi cometida alguma irregularidade.

Com a tecnologia, hoje é possível você tirar essas dúvidas de forma mais rápida e prática, basta ter acesso à internet e um dispositivo. Outra forma é você comparecer às agências da Caixa Econômica Federal e tirar a dúvida com o profissional responsável pelos assuntos relacionados ao FGTS e ao PIS (Programa de Integração Social).

Se você é um trabalhador que teve contratos de trabalhos formais de acordo com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), é importante realizar a consulta já que esse direito está garantido por lei. São protegidos, ainda, empregados domésticos, trabalhadores rurais, profissionais temporários, pessoas em regime de trabalho intermitente, contribuintes avulsos, safreiros e atletas profissionais.

Para este saque em específico, no entanto, é preciso que o contribuinte tenha estado com a conta positiva até o dia 31 de dezembro de 2018. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o número de beneficiados correntistas será de cerca de 33 milhões de pessoas.

Como faço para consultar?

Para você ter certeza de que tem direito ao saque e consultar os valores a que terá acesso, você poderá optar por três formas. Por meio da ferramenta Saque Imediato, pelo site do FGTS, pelo aplicativo FGTS ou pelo acesso a sua conta da Caixa Econômica pelo Internet Banking. Veja abaixo em detalhes como fazer isso.

Saque Imediato

Com essa opção, você não precisa fazer download e pode acessar o site rapidamente de qualquer dispositivo com acesso à internet.

Você deverá utilizar o número do seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou NIS (Número de Identificação Social) e preencher corretamente sua data de nascimento. Assim, de forma fácil e rápida, é possível você consultar a partir de que data você poderá usufruir do benefício.

É bastante fácil. Confira o passo a passo a seguir:

  • Passo 1: abra o navegador no computador ou smartphone e acesse o site do Saque Imediato.
  • Passo 2: digite o número do seu CPF e a data de nascimento e depois clique no botão “Continuar”.
  • Passo 3: digite a senha de internet registrada anteriormente no site da Caixa Econômica Federal e clique no botão “Continuar”. Se ainda não tiver senha, clique em “Cadastrar minha senha” e siga os passos.
  • Passo 4: digite o número do seu celular para autorizar o envio de SMS com o extrato das suas contas do FGTS. Essa etapa não é obrigatória.
  • Passo 5: consulte os saldos que aparecerão na tela. Para conferir a data de início do seu saque, clique em “Continuar”.

Site do FGTS

Outra forma de acessar suas contas do Fundo de Garantia é por meio do site do benefício. Confira como fazer.

  • Passo 1: acesse o site do FGTS pelo seu navegador.
  • Passo 2: digite o número do seu PIS.
  • Passo 3: clique no botão “Cadastrar senha”.
  • Passo 4: leia o regulamento e clique no botão “Aceito”.
  • Passo 5: preencha o cadastro completo com seus dados.
  • Passo 6: crie sua senha e clique no botão “Continuar”.
  • Passo 7: aguarde a confirmação do cadastro e acesse sua conta com os dados já digitados.

App FGTS

Se preferir uma ferramenta de consulta que esteja sempre à mão, a dica é baixar o aplicativo do FGTS disponível na Play Store e na App Store. Siga as orientações abaixo.

  • Passo 1: baixe gratuitamente o aplicativo FGTS no seu smartphone.
  • Passo 2: clique no botão “Primeiro Acesso”.
  • Passo 3: leia o regulamento e clique em “Aceitar”.
  • Passo 4: digite o número do seu NIS e clique em “Continuar”.
  • Passo 5: preencha o cadastro com seus dados pessoais e clique no botão “Próximo”.
  • Passo 6: crie uma senha de acesso e clique em “Cadastrar”.
  • Passo 7: consulte suas contas de FGTS sempre que achar necessário.

Internet Banking

Se você já acessa sua conta pelo aplicativo, não é necessária outra ferramenta. Veja abaixo como consultar o saldo do FGTS 2019 pelo Internet Banking.

  • Passo 1: digite seu nome de usuário e sua senha cadastrada previamente.
  • Passo 2: na tela inicial da conta, clique no ícone “FGTS”.
  • Passo 3: consulte o saldo e a data de depósito em conta. Se preferir não receber o valor das contas ativas e inativas, selecione a opção “Não quero receber” e clique em “Continuar”.

Além dessas três formas de consulta, você ainda pode receber periodicamente e-mail, SMS e até carta com o extrato do seu FGTS. É uma forma de se manter atualizado e conferir se a empresa onde você trabalha está cumprindo com a sua obrigação. Se tiver dúvidas sobre esses recursos, ligue para o canal de atendimento da Caixa pelo número 0800 726 0101.

O que é NIS?

O Número de Identificação Social é um cadastro pessoal vinculado aos programas sociais oferecidos pelo Governo Federal aos cidadãos brasileiros. É gerado a partir do CNIS (Cadastro Nacional de Informação Social), órgão vinculado à Caixa Econômica Federal, e foi criado para registrar o cidadão, mesmo aqueles que ainda não tenham um emprego formal e que ofereça benefícios.

É esse número que torna o cidadão apto a ter seus direitos garantidos. Estão incluídos, aqui, benefícios como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e outros. Se o cidadão for empregado, o NIS também garante que ele esteja em dia com o PIS/PASEP e que tenha intactos seus direitos como seguro-desemprego, FGTS, abono salarial e outras formas de proteção ao cidadão.

A importância do NIS se dá exatamente por isso: sem ele, nenhum tipo de benefício pode ser recebido pelo contribuinte. Importante lembrar que o número é o mesmo do PIS, também importante para consulta e recebimento de diversos benefícios.

Para localizar seu NIS, você pode consultar nos seus extratos do FGTS, no Cartão Cidadão ou sua carteira de trabalho.

Pronto! Com seu NIS em mãos, qualquer consulta a seus benefícios pode ser realizada de forma rápida, pelo site da Caixa Econômica Federal ou pelo aplicativo do banco.

Quais as regras para o saque do FGTS 2019?

A medida provisória assinada pelo governo federal autorizou o saque do FGTS por duas modalidades. Veja.

  • Saque Imediato, que permite que o cidadão tenha acesso a até R$ 500 por conta ativa ou inativa; e
  • Saque Aniversário, disponível aos cidadãos uma vez por ano a partir de 2020.

A ideia de liberar os valores do FGTS é movimentar a economia e injetar até R$ 42 bilhões na indústria e no comércio. A ideia é fazer com que o PIB (Produto Interno Bruto) aumente, pelo menos, 0,35% até o fim de 2020. Porém, ainda que a medida traga benefícios ao país e ao trabalhador, que pode contar com um dinheiro que estava guardado e sem previsão de recebimento, ela também traz diversas regras, que controlam o fluxo de dinheiro e também acabam por proteger o contribuinte.

Se você está com receio do que acontecerá com os valores que acumulou ao longo dos anos de trabalho, pode ficar tranquilo: o modelo tradicional de saque continua, ou seja, você tem liberdade de escolher se quer ou não ter acesso aos valores liberados.

Para entender melhor, veja, abaixo, as regras para saque do FGTS 2019.

Saque Imediato

O Saque Imediato é esse que já está acontecendo desde o dia 13 de setembro para contribuintes nascidos entre os meses de janeiro e abril. Confira as regras para ter acesso ao dinheiro.

  • Limite de R$ 500 por conta ativa ou inativa.
  • Saque liberado de setembro a março de 2020, de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.
  • Quem tem conta na Caixa Econômica Federal recebe o dinheiro diretamente na conta logo no primeiro dia de liberação de acordo com o calendário.
  • Contribuintes que tenham o Cartão Cidadão podem sacar o dinheiro nos caixas eletrônicos.
  • Trabalhadores que forem sacar menos de R$ 100 podem fazer isso nas lotéricas.
  • Cidadãos correntistas da Caixa Econômica que não querem receber o benefício devem informar ao banco seu desejo, caso contrário o valor será liberado.
  • As contas da Caixa Econômica Federal devem ter sido abertas até o dia 24 de julho de 2019.

Saque Aniversário

O Saque Aniversário é um benefício anual, que permitirá ao trabalhador o acesso a valores anuais do Fundo de Garantia. Acompanhe abaixo as regras para isso.

  • Os saques acontecerão a partir de 2020.
  • Contribuintes não são obrigados a realizar os saques.
  • Cidadãos que tenham interesse em sacar parte do benefício deverão informar à Caixa Econômica Federal o seu desejo a partir de outubro.
  • Adesão ao benefício não exclui o direito do trabalhador à multa de 40% nos casos de demissão sem justa causa.
  • Trabalhadores que optarem pela modalidade do Saque Aniversário não terão direito a sacar todo o benefício no caso de demissão sem justa causa. Nesses casos, o contribuinte poderá ter acesso somente ao valor da multa rescisória.
  • Quando o cidadão quiser migrar para a modalidade tradicional de saque do FGTS, ou seja, quando não quiser sacar o benefício anualmente, deverá aguardar dois anos depois do primeiro pedido à Caixa.
  • Saques estarão disponíveis a partir de abril de 2020, para os nascidos em janeiro e fevereiro; maio de 2020, para nascidos em março e abril; e junho, para nascidos em maio e junho. Contribuintes que nasceram entre julho e dezembro poderão sacar a partir do mês de aniversário e por mais dois meses seguintes. Ou seja: se você nasceu em outubro, poderá sacar até dezembro.
  • O valor disponível para saque corresponde a uma porcentagem do saldo da conta do FGTS somada a um valor fixo para as contas que tenham mais de R$ 500.

O saque do FGTS será um respiro para muita gente que está com dívidas ou que precisam comprar itens básicos, como geladeiras e outros móveis importantes para a casa. Também pode ser benéfico para quem pensa em reformar ou construir a casa própria.

Ainda que seja vantajoso para muitas pessoas, o ideal é que o saque seja feito com consciência e que o gasto seja pensado. Sacar o valor e gastar no dia a dia, com compras no supermercado, com o combustível do carro ou com supérfluos não alivia, ou seja, o dinheiro vai acabar e sua situação se manterá a mesma no próximo mês.

Se for realizar o saque FGTS 2019, procure fazer uma reserva financeira, investir no Tesouro Direto ou utilizar o crédito com sabedoria. Caso esteja precisando de dinheiro, não deixe de conferir as opções de crédito disponíveis no mercado. Aqui na Bcredi você tem taxas de juros menores, flexibilidade no pagamento e aprovação rápida. Para saber mais, entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar você!

Caique Cabral

Formado em marketing e amante das letras, vejo o conteúdo como uma fonte de informação que nunca seca. Escrevo sobre finanças para além de números, sempre em busca das melhores soluções para a vida financeira das pessoas.

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *