Entenda o que é hipoteca de imóvel e como ela funciona

casa com ampla garagem e varanda com gramado a frente e céu azul
Bcredi

11 de outubro de 2019

Atualizado em: 21 de outubro de 2019

Precisa de um empréstimo e não sabe o que é hipoteca de imóvel? Confira nosso post com todas as informações que você precisa para tomar uma decisão segura e tranquila!

Em meio a tantos problemas financeiros pelos quais passam os brasileiros, muitos procuram por formas arriscadas de conseguir dinheiro. Seja pelo empréstimo com agiotas ou por meio de empresas que cobram altas taxas de juros, a contratação de crédito deve ser feita de forma pensada, responsável e com as mínimas chances de perder ainda mais recursos. Entre as formas mais seguras está o refinanciamento imobiliário, modalidade que inclui a hipoteca de imóvel.

Se você tem uma propriedade em seu nome e está precisando de crédito financeiro, essa pode ser a chance de você se recuperar. A hipoteca é uma forma de empréstimo que oferece como garantia de pagamento o seu imóvel, desde que ele já esteja quitado. 

A prática pode ser uma grande solução para quem precisa reformar a casa, pagar alguma dívida ou investir em um novo negócio. É preciso, no entanto, ficar atento às instituições que oferecem esse tipo de serviço, pesquisar as taxas de juros praticadas e ler os contratos com atenção.

É importante saber que a hipoteca é diferente do empréstimo com garantia de imóvel. Na garantia, o imóvel fica alienado, mas o nome do credor fica vinculado à propriedade até que o débito seja pago. Isso faz com que o CGI ofereça taxas e prazos mais atrativos. 

Quer saber o que é hipoteca de imóvel e como ela funciona? Pode respirar aliviado. Preparamos um conteúdo completo e esclarecedor para que você tire todas as suas dúvidas e faça a melhor escolha para seu patrimônio e sua família. Navegue pelos links e confira!

O que é hipoteca de imóvel?

Muito popular nos Estados Unidos, a hipoteca ainda é alvo de dúvidas aqui no Brasil. Na prática, podemos descrevê-la como uma linha de crédito que oferece um imóvel como garantia para a obtenção do empréstimo, em geral a juros mais baixos do que em outras modalidades de empréstimo. 

O contrato é feito entre solicitante e instituição financeira, que fornece o montante solicitado e passa a ter a propriedade imobiliária como garantia de pagamento em casos de inadimplência. Por ter essa garantia, a modalidade de hipoteca de imóvel é mais atrativa e oferece mais vantagens do que os empréstimos convencionais.

Com mais conhecimento difundido pela internet, hoje o número de hipotecas no Brasil tem aumentado, facilitando a vida de quem tem dívidas e oferecendo crédito com maior facilidade de pagamento.

Embora a operação exija cuidados, ela pode ser muito mais segura e tranquila para quem busca por empréstimo. Isso porque o imóvel continua no nome do proprietário, dificultando que a propriedade seja tomada pela instituição e facilitando acordos de pagamento.

Isso não deve, de forma alguma, favorecer a inadimplência. É importante lembrar que, embora o imóvel continue no nome do solicitante, o contrato permite que o credor tome posse em caso do não pagamento das dívidas. O registro da hipoteca, inclusive, consta na matrícula do imóvel a fim de fazer a modalidade pública para casos judiciais.

Ainda que o imóvel hipotecado seja o único da família, a instituição tem o direito de exigir a propriedade para o pagamento da dívida.

Na hipoteca, não é necessário que o proprietário saia do imóvel. O usufruto fica garantido, uma vez que a propriedade passou por um refinanciamento, ou seja, você poderá continuar morando na sua casa, somente passará por novo parcelamento em troca de crédito.

Como funciona a hipoteca?

Para que você entenda melhor, vamos explicar agora como funciona a hipoteca de imóvel. Ela é feita quando o proprietário de um bem precisa de empréstimo ou crédito financeiro para pagar uma dívida, ampliar os negócios ou investir em uma nova atividade.

O solicitante, então, busca uma instituição financeira de confiança para se informar a respeito da dinâmica da hipoteca de imóvel. Ele deverá, voluntariamente, conceder sua casa como garantia de pagamento do empréstimo, ou seja, em caso de inadimplência, o credor poderá tomar posse da propriedade e revendê-la para arcar com esses custos.

Como a garantia imobiliária é muito maior do que nos casos de financiamento, em que se tem somente a comprovação da renda, as taxas aplicadas na hipoteca são mais baixas, facilitando a reorganização da vida financeira e favorecendo a abertura de novos negócios.

É importante lembrar que o usufruto da propriedade continua com o dono, ou seja, não é necessário abandonar o imóvel no momento da hipoteca. Basta que os pagamentos sejam feitos em dia para que seja mantido seu patrimônio intacto e seguro. 

O que é um imóvel hipotecado?

Como funciona a hipoteca?

Imóvel hipotecado é aquele que foi oferecido como garantia de pagamento de empréstimo ou de refinanciamento. Embora ele esteja alienado em contrato, ele ainda pode ser negociado pelo devedor, desde que o novo comprador arque com o ônus da compra.

Se você resolve vender seu imóvel hipotecado, portanto, é dever que conste em contrato a existência de hipoteca, fazendo com que o novo proprietário passe a dever as parcelas para a instituição bancária.

O imóvel hipotecado também é passível de ser doado, cedido ou ser parte de herança, mas é importante lembrar que a hipoteca sempre deverá ser transportada para o novo proprietário, sob o risco de posse da propriedade pelo credor. Também é possível que o proprietário realize uma nova hipoteca em um mesmo imóvel, diferenciando hipotecas de primeiro e segundo grau. É o que você verá com mais detalhes no tópico a seguir.

O que é hipoteca de primeiro e segundo grau?

De acordo com a legislação, é possível que um mesmo imóvel seja oferecido como garantia em mais de uma dívida, ainda que para diferentes credores. Cada hipoteca está relacionada a um grau diferente.

Uma primeira hipoteca, portanto, é chamada de hipoteca de primeiro grau. A segunda, de segundo grau.

Na prática, tem a preferência de posse do imóvel o primeiro credor. É preciso, no entanto, que cada nova hipoteca mencione a anterior, caso contrário o proprietário estará cometendo crime de estelionato, de acordo com o Código Penal Brasileiro.

Na hora de registro da segunda hipoteca, caso a primeira não tenha sido registrada, é dever do oficial de Registro de Imóveis cite o primeiro credor para que ele apresente seus documentos. Se em trinta dias isso não acontecer, então a segunda hipoteca passa a ter os direitos da primeira, inclusive na preferência.

Quem faz a hipoteca de imóvel?

As principais instituições bancárias do Brasil realizam a hipoteca do imóvel. Hipoteca da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Bradesco são alguns dos mais buscados por quem deseja garantir o empréstimo. Nos últimos anos, no entanto, diversas financeiras e instituições de crédito começaram a oferecer a modalidade, o que contribui para taxas mais baixas, aumenta a concorrência e favorece a melhor escolha por parte do proprietário.

Cada uma dessas instituições tem suas regras, critérios e taxas aplicadas. É importante, por conta disso, se informar a respeito de como funciona a hipoteca de imóvel e como é o contrato firmado entre as partes.

Vale lembrar que o proprietário, em hipótese alguma, deverá confiar em credores particulares ou agiotas. Além de sua dívida poder aumentar de valor exponencialmente e a taxas abusivas, você ainda corre sérios riscos de perder seu imóvel mesmo com dias de atraso de pagamento na prestação. 

Quando feitas por meio de empresas especializadas, no entanto, é costume aguardar de três a quatro prestações em atraso para que seja acionada a justiça. Embora, importante dizer, a legislação permita que isso seja feito mesmo após uma prestação não paga em trinta dias.

Como fazer a melhor escolha?

Existem muitos passos para que você chegue à instituição mais confiável para fazer uma hipoteca de imóvel. Veja abaixo quais são eles.

Faça uma pesquisa

O primeiro passo para você fazer uma escolha certeira na hora de hipotecar seu imóvel, é realizar uma pesquisa a respeito das instituições que a oferecem. Veja no portais de busca quais os locais e verifique a reputação de cada empresa perante os consumidores.

Verifique a trajetória profissional, procure por reclamações de consumidores e analise se as pessoas estão satisfeitas com os serviços prestados.

Essas informações são facilmente encontradas em portais da internet, como aqueles que reúnem reclamações e direitos do consumidor. Aproveite e pergunte para os amigos e conhecidos se eles têm alguma indicação ou referência; isso pode ajudar muito você a escolher a empresa com mais credibilidade para o que você precisa.

Confira as taxas de empréstimo

Depois da filtragem de empresas realizadas acima, é hora de você estudar a respeito das taxas de juros da hipoteca. É muito comum que as financeiras disponibilizem essa informações nos sites, por isso, faça uma tabela com todos os números que você encontrar a respeito das empresas mais confiáveis avaliadas por você.

Veja se as taxas estão dentro do que está sendo praticado no mercado e descarte imediatamente qualquer instituição que cobre valores abusivos para o empréstimo. Procure, ainda, ficar atento a vantagens oferecidas pela empresa.

É importante saber a taxa de juros para que você, depois, não se assuste com o valor total do pagamento. Isso evita que você adquira uma dívida difícil de pagar e acabe perdendo seu imóvel por negligenciar esta etapa.

Analise as outras taxas do empréstimo

Além das taxas de juros sobre o valor do imóvel, é importante que você analise outras taxas cobradas pelas instituições. Pergunte na empresa qual o Custo Efetivo Total (CET) da dívida, que lhe mostrará quanto você desembolsará ao longo do tempo.

Este valor ainda mostra as taxas de juros e todos os seguros obrigatórios e taxas embutidas nas parcelas que você precisará pagar. Além disso, você consegue visualizar a diferença entre o valor avaliado e o valor total, ajudando na hora de analisar qualquer prática abusiva.

Depois disso, não deixe de comparar o CET com outras instituições, lembrando de levar em conta o mesmo valor pedido para crédito. Uma ideia para visualizar a dívida é realizar uma simulação de hipoteca. Veja mais sobre o assunto a seguir.

Como fazer uma simulação de imóvel hipotecado?

A maioria das empresas que disponibilizam empréstimo com imóvel como garantia oferecem ferramentas de simulação de hipoteca. Com esse recurso, você consegue visualizar o valor das parcelas e a taxa de juros aplicada no crédito.

Para isso, você deverá ir até a página de simulação online e preencher o valor do crédito que você deseja conseguir e o prazo total para pagamento da dívida. Este tempo pode variar de 12 a 180 meses, depende das suas necessidades e do valor solicitado.

Com a simulação, fica muito mais fácil você se planejar financeiramente para realizar a hipoteca de imóvel, com menos preocupação com os pagamentos e mais alívio para sua vida financeira.

Uma vez decidida a empresa, vale a pena ir até uma agência para conversar com os gerentes e negociar de uma forma vantajosa para todos.

Quais os documentos necessários para hipoteca de imóvel?

Agora que você já decidiu a empresa que lhe concederá o crédito, é hora de preparar a papelada para o pedido. Lembre-se de que acontecerá uma análise de crédito para que seus recursos sejam liberados.

Veja a lista de documentos:

  • RG e CPF do titular e do cônjuge, quando houver.
  • Certidão de casamento.
  • Escritura do imóvel que será hipotecado.
  • Comprovante de renda.
  • Comprovante de residência.
  • Cópia autenticada do título aquisitivo do imóvel 
  • Certidão original e atualizada da circunscrição do imóvel.
  • Certidão original de inteiro Teor da Matrícula, com negativa de ônus.

Após isso, basta esperar a resposta da financeira e planejar o que você fará com seus recursos. Caso seu nome conste em algum órgão de proteção ao crédito, como o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), é importante quitar as dívidas constantes na restrição para facilitar a liberação do valor solicitado.

Como cancelar a hipoteca de imóvel?

De acordo com o Código Civil brasileiro, a hipoteca pode ser extinguida sob condição de algumas situações:

  • Quando a dívida for paga.
  • Quando o credor expressa perdão da dívida.
  • Quando o imóvel hipotecado é vendido ou negociado. Nesse caso, tanto o credor quanto o novo proprietário devem ser notificados judicialmente a respeito da transação.

Para cancelar, é preciso comparecer ao Cartório de Registro de Imóveis com a declaração de quitação de dívidas oferecida pelo credor. É importante que este documento esteja com firma reconhecida e que tenha o endereço do imóvel hipotecado, o número do registro da hipoteca e a cópia autenticada do documento que autoriza um representante a assinar o termo de quitação da dívida.

Quando devo fazer uma hipoteca?

Como dissemos, é essencial que a hipoteca de imóvel seja feita de forma responsável. Quando realizada com cautela, pode ser bastante benéfica, principalmente para quem tem planos traçados e claros para utilização do dinheiro. Veja quando este crédito pode ser aplicado:

Na hora de investir no seu negócio

Se você tem um negócio e deseja ampliá-lo, hipotecar seu imóvel pode ser uma solução para levantar recursos. Isso porque este investimento pode trazer mais retorno, ou seja, melhorar sua vida financeira. É possível, ainda, que você utilize os próprios lucros para quitar a dívida com a financeira.

O mesmo vale para quem deseja empreender e abrir uma empresa. Neste caso, é importante estudar o mercado, planejar as etapas de abertura do negócio e se preparar antes de solicitar a hipoteca.

Na reforma da casa

Se uma reforma no seu imóvel contribuir com sua valorização, talvez seja uma boa opção realizar a hipoteca da sua propriedade. Pode ser mais vantajoso do que comprar material e pagar mão de obra com os juros do cartão de crédito, por exemplo.

Pode ser especialmente indicado para reformas e reparos que custam muito dinheiro, como troca de fiação elétrica, instalação de piscinas ou até construção de mais um imóvel no mesmo terreno. Assim como no caso anterior, é importante fazer um planejamento para saber quanto será necessário solicitar para conclusão da reforma.

Na quitação de dívidas caras

Todo mundo já passou pelo incômodo de dever grandes quantias e correr o risco de perder um carro ou outro bem. Nessa hora, hipotecar o imóvel pode ajudar você a pagar as dívidas de forma parcelada e a juros mais baixos.

Você pode solicitar empréstimo para pagamento de mais de uma dívida e, assim, concentra o pagamento na parcela única mensal da hipoteca do imóvel, sem os juros abusivos e sem os riscos de pagar o dobro do que deve.

A hipoteca possibilita que o solicitante consiga um empréstimo significativo e com possibilidade de pagamento a longo prazo, o que pode ser um respiro durante uma crise financeira que parece ser sem solução. 

A maior vantagem é que a hipoteca cobra juros mais baixos nas prestações, justamente pelo fato de haver um imóvel como garantia. Ainda assim, é importante não deixar de pesquisar sobre as taxas de juros cobradas pelas instituições que oferecem esse serviço.

É importante, ainda, analisar sua situação financeira e capacidade de pagamento para evitar que seja surpreendido com parcelas altas e que virem uma bola de neve.

O ideal é contar com a ajuda de uma empresa séria, consolidada no mercado e com alto índice de satisfação. Isso evita que você passe por fraudes ou outros problemas que podem comprometer o seu patrimônio e o futuro da sua família.

Aqui na Bcredi nós sabemos o que é hipoteca de imóvel e entendemos do assunto como ninguém. Nossa modalidade de empréstimo é o Crédito com Garantia de Imóvel, que tem algumas condições diferentes e por isso cobramos uma das menores taxas de juros, pensando no melhor para a sua vida e para a quitação do seu débito.

Para saber mais sobre o assunto, não deixe de ler nosso artigo sobre as diferenças entre hipoteca e empréstimo com garantia de imóvel

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *