Planilha de orçamento de obras: reforma e construção

Julia Broens

29 de novembro de 2018

Não importa o tamanho da obra: tudo fica muito mais difícil sem um planejamento. Mas agora você não precisa mais se preocupar, pois preparamos dicas e ferramentas que vão ajudar você a passar por essa sem sufocos. 

Do pequeno reparo em uma parede até repaginar um cômodo, organização é fundamental para toda e qualquer obra. Para ajudar no planejamento, uma planilha de orçamento de obras é a ferramenta ideal para fazer o controle das finanças para reforma do seu imóvel. Mesmo assim, nem todo mundo sabe exatamente como fazer a preparação completa e o planejamento de reforma e construção, que deve ter um plano traçado para que tudo corra da melhor maneira e com o mínimo de contratempos possível. 

Isso acontece por diversos motivos. A reforma ainda é vista como sinônimo de dor de cabeça e, desta forma, o planejamento correto é adiado e muitas etapas podem ser negligenciadas. O melhor, portanto, é definir o passo a passo para a reforma e construção, conquistando maior controle do tempo e do orçamento necessário até a conclusão da obra. 

Além de não ser necessário fugir delas, não adianta. As reformas fazem parte do ciclo de todos os imóveis, dos mais antigos aos mais novos e com as mais diversas motivações. Seja para melhorar a qualidade de vida daqueles que moram no imóvel ou para a valorização na hora de uma venda, as reformas e construções tornam as negociações mais vantajosas para o proprietário, que vê seu imóvel valorizar e agregar mais valor com intervenções bem planejadas.

Mas para tirar todo o projeto do papel, é preciso ter planejamento. Se você não sabe como começar e o que é necessário para iniciar uma obra com organização e eficiência, pode ficar tranquilo. Nós preparamos para você um conteúdo completo com tudo o que é importante saber para tornar esse momento mais tranquilo, além de termos criado uma planilha completa para você ter o controle do orçamento da sua reforma. Quer saber mais sobre o assunto e evitar incômodos? Continue a leitura e veja como pode ser simples!

Como economizar na reforma?

Como escolher o melhor material de construção?

Como fazer um orçamento de obra passo a passo?

Como funciona a planilha de reforma?

Onde encontrar planilha de controle de reforma e construção?

Como economizar na reforma?

Uma das maiores preocupações com reforma e construção é o custo de todas as etapas. A compra de materiais e a contratação da mão de obra realmente podem confundir e até assustar, mas com algumas dicas é possível organizar e ainda reduzir os custos da reforma.

Basta ter calma e seguir alguns passos para que tudo saia como você espera, sem incômodos, sem dores de cabeça e sem desembolsar mais do que gostaria. Para isso, no entanto, é preciso seguir algumas dicas.

Planeje a reforma

O primeiro passo para uma reforma organizada e com orçamento enxuto é saber exatamente o que será feito. Analise o que você pretende reformar para não acabar executando tarefas desnecessárias ou não planejadas antecipadamente, o que pode comprometer suas reservas financeiras.

Decida o que será mudado, como a reforma ou a construção será feita, que materiais serão utilizados e quem vai executar os serviços. Também é importante estipular um prazo para finalização da obra, para que ela não se estenda e não consuma seus recursos mais do que você pode. 

Uma dica é planejar todo o processo da reforma ou da construção em etapas. Você pode pedir ajuda para os profissionais envolvidos para que esses passos fiquem mais claros e fiéis à realidade. Isso vai ajudar você a perceber quando algo sai dos trilhos e, assim, terá tempo para se organizar e reformular sua planilha de reforma. 

Estipule um teto de gastos

Essa é uma das dicas mais importantes que você vai aprender hoje para ter um planejamento de reforma eficiente. Para prevenir erros na reforma e evitar que os gastos com a execução ultrapassem suas possibilidades, você precisa definir quanto tem disponível para o projeto.

Tenha um valor disponível por mês para avaliar como pode ser feito o parcelamento dos materiais e dos serviços. Dessa forma, você evita ficar com dívidas ou com o financeiro da sua família muito apertado. Depois de todas as etapas listadas na dica acima, você já tem uma ideia de quanto custa cada serviço e quais os materiais serão necessários. Assim, sabe o que pode ser feito com base no bolso.

Não deixe de contabilizar no orçamento os valores extras, como água, luz e eventuais atrasos. Alguns tipos de reformas e construções podem exigir mais do que você planeja e fazer com que todas as etapas posteriores sejam comprometidas.

Elabore um cronograma

Além de controlar as finanças, é imprescindível que você controle o tempo da obra. Isso também vai evitar que você exceda seus limites. Peça ajuda para um profissional e elabore uma tabela com prazos a serem cumpridos. É importante ser fiel à realidade para evitar frustrações, mas também é indicado contar com alguma flexibilidade, afinal, imprevistos acontecem. 

Utilize um calendário para marcar o que é preciso ser feito em cada etapa do trabalho. Coloque em detalhes quanto tempo levará para fazer o piso, pintar a parede, passar o reboco e outras atividades que serão necessárias na sua reforma ou construção. 

Ter essas datas estipuladas contribui para que tudo seja feito no seu tempo e evita que aconteçam aquelas obras intermináveis, tão comuns em quem decide fazer intervenções ou construir imóveis.

Pesquise a respeito de linhas de crédito

Outra forma de economizar e ter um planejamento de reforma eficiente, é contar com um empresa que ofereça serviço de crédito. Existem linhas específicas para quem pretender reformar uma casa, construir um imóvel ou comprar material de construção, inclusive com empréstimo para pequenas empresas.

O melhor de tudo é que estas empresas costumam praticar taxas de juros mais baixas, o que torna o parcelamento mais acessível e o custo total menor. O importante, aqui, é contar com uma empresa de renome e que tenha bom histórico perante os clientes.

Como escolher o melhor material de construção?

Na hora de escolher os materiais de construção, é essencial levar em conta alguns fatores que afetarão positivamente sua reforma ou construção. O material certo determina um acabamento de qualidade e também a durabilidade do serviço, permitindo que você usufrua do imóvel por décadas, sem precisar efetuar reparos. Veja abaixo como fazer a melhor opção sem arrependimentos.

Analise o ciclo de vida do material durante a obra

Para que você analise corretamente o ciclo de vida de um material, deve levar em conta o desempenho e a durabilidade ao longo do tempo. Ou seja, ele deve durar e, durante esse tempo, deve permanecer cumprindo seu papel. Pesquise sobre quanto tempo demora para que ele comece a se deteriorar ou quando é necessária sua substituição sem que a obra seja comprometida.

Também é importante que você veja quais materiais podem ser comprados com antecedência sem que corram o risco de estragar. Areia, por exemplo, não pode ficar muito tempo parada, sob o risco de empedrar. 

Avalie a questão da sustentabilidade

Estar atento à economia sustentável é pauta em qualquer setor da economia e isso não deve ser diferente na sua reforma ou obra. Verifique se o fabricante dos materiais é comprometido com as questões ambientais e quais os impactos que sua obra pode causar à natureza.

O ideal é ficar atento às técnicas utilizadas na fabricação e também na decomposição dos materiais que viram lixo. Também avalie a capacidade de reutilização e a capacidade de reciclagem. 

Verifique as propriedades físicas do material

Para que você faça uma escolha na hora de comprar materiais de construção, não deixe de analisar se eles oferecem resistência, segurança e conforto no pós-obra. Isso vai evitar que você tenha gastos recorrentes com reparo ou que tenha a vida e a integridade física colocada em risco.

Veja se o material se deteriora rapidamente, se os metais enferrujam com muita facilidade e qual a opção mais resistente dentro daquilo que você pode pagar. Uma obra bem feita pode durar décadas sem que seja necessária intervenção ou reparo.

Analise, ainda, se os materiais são resistentes ao fogo, têm bom isolamento térmico e se oferecem uma estrutura firme e confiável. 

O ideal, nesse caso, é encontrar o equilíbrio entre seu orçamento e a qualidade do material. Se você não pode arcar com as linhas mais sofisticadas, opte, pelo menos, por aquelas que são mais duráveis e de marcas com credibilidade no mercado.

Como fazer um orçamento de obra passo a passo?

Se você não pretende estourar o seu orçamento, é importante ter previsibilidade dos gastos com a reforma. Ao definir as etapas e listar o material necessário, é possível saber exatamente o quanto será gasto. Isso permite que você se programe e poupe o dinheiro necessário. Veja agora os principais passos para elaborar seu orçamento da forma correta.

1º passo: liste tudo o que será feito

Como você já planejou a reforma, sabe tudo o que será feito na reforma ou construção. Liste todas essas atividades para que nenhum gasto seja esquecido.

Juntamente com as etapas da obra, tenha listados os materiais que serão necessários e aplicados na construção. É a forma mais acertada de você não se esquecer de nada.

Lembre-se de incluir todos os gastos, inclusive os materiais acessórios. Muitas vezes as pessoas se esquecem de contabilizar espelhos de luz, interruptores e outros objetos que podem fazer a diferença ao final da reforma.

2º passo: calcule todos os custos 

Feito isso, é hora de calcular quanto será gasto para concluir a obra com sucesso. É importante que você deixe uma margem de 10 a 15% do valor, já que os preços podem variar de acordo com o fornecedor.

É importante que você faça o cálculo por metro quadrado, pois isso vai evitar diferença entre o valor calculado e o valor final da obra. 

Além disso, certifique-se de que você está fazendo a contagem de todos os gastos; indiretos e decorrentes. Veja quais são para que nada fique de fora:

Custos decorrentes

  • Materiais de construção
  • Materiais para estrutura da obra
  • Revestimentos
  • Instalações e metais
  • Louças

Custos indiretos

  • Consumo de energia elétrica
  • Consumo de água
  • Gastos com transporte
  • Valor de mão de obra

Para esse passo, você deverá ter paciência e fazer cotações com fornecedores e profissionais. Procure reunir pelo menos três preços para cada item e negocie sempre que achar necessário chegar a um valor mais convidativo.

Ter à mão exatamente o que será gasto é essencial para um orçamento certeiro. Isso também ajuda você a terminar tudo no prazo e não ter problemas com gastos excessivos. Na teoria você já tem os gastos com a obra, certo? Errado. Ainda faltam outros detalhes.

Calcule os impostos

Embora a etapa acima tenha concluído o custo das obras com seus profissionais e materiais utilizados, ainda é necessário que você veja se sua reforma exige alguma licença ou alvará.

Verifique se há algum imposto que incide sobre a reforma que você pretende fazer e se é necessária a emissão de algum documento ou qualquer outra permissão que precise entrar nos seus cálculos. Alguns desses documentos podem custar caro e fazer bastante diferença no orçamento final da sua reforma ou construção.

Tenha uma planilha de reforma

Se você não sabe como organizar o orçamento, uma dica é você fazer o download da planilha de gastos de obra grátis que nós da Bcredi elaboramos para você. A gente sabe o quanto esse momento pode ser trabalhoso, então você não precisa recorrer a softwares de reforma ou fazer tudo sozinho. Essa é uma ferramenta que ajuda você a visualizar todos os números e a acompanhar de forma mais organizada as etapas da sua reforma.

Nosso modelo, completo e exclusivo, ajuda você a ter uma visão geral da sua obra e a acompanhar a parte financeira com maior controle.

Nós disponibilizamos uma planilha completa que descomplica sua reforma. Você vai ter acesso a: 

  • visão geral: gastos por etapa do projeto e custo total da reforma;
  • planejamento: fase de preparação para a reforma e custos envolvidos;
  • custos por etapa: da fundação ao paisagismo, todos os materiais necessários para cada estágio do cronograma da reforma.

É uma forma segura e organizada de você controlar seus gastos, evitar estourar o orçamento e fazer com que tudo fique pronto no prazo estipulado na etapa de planejamento.

Como funciona a planilha de reforma?

O uso da planilha de reforma é bastante simples e foi pensado para auxiliar qualquer pessoa que pense em facilitar a hora de planejar sua obra.

Você deverá preencher a planilha, que é completamente editável, de acordo com as suas necessidades. Insira os custos de cada item e deixe que ela completa o gasto total para você.

Para facilitar, você vai encontrar alguns campos pré-preenchidos. Assim você tem ideia de qual tipo de item deve ser contabilizado e o que não pode ser deixado de lado. Também é uma forma bastante eficiente de verificar quando é necessário adquirir mais recursos.

Visão geral

Nesta aba você encontrará alguns itens comuns às obras de todos os portes. Em resumo, aqui você deverá incluir cada passo da obra e os custos exigidos por ela.

Veja o que você vai encontrar na planilha:

  • Planejamento
  • Fundação e infraestrutura
  • Superestrutura
  • Cobertura
  • Vedação
  • Contrapiso
  • Instalações (elétrica/hidráulica)
  • Revestimentos
  • Acabamento elétrico
  • Paisagismo
  • Limpeza final

Se quiser, você pode incluir outras etapas. De qualquer forma, o documento fará o cálculo automaticamente do que está sendo gasto durante sua reforma ou obra. 

Planejamento

Essa aba contém outros tipos de gastos referentes à construção. Ela também é editável, mas você pode preencher somente com os valores ao lado de cada coluna. São elas. 

  • Projeto arquitetônico
  • Custos advocatícios
  • Impostos e taxas
  • ART (Anotação de Responsabilidade Técnica)
  • Aluguel de container/caçamba
  • Frete de container/caçamba
  • Demolições (pisos, lajes, revestimentos)
  • Retirada de portas, janelas e vidros
  • Retirada de móveis embutidos
  • Armazenamento de objetos em obra
  • Retirada do entulho
  • Transporte de materiais para a reforma
  • Proteção dos móveis

Após inseridos os valores, a planilha de reforma calculará o total.

Custos por etapa

Agora você deverá incluir todos os materiais que serão utilizados até a conclusão da obra. Na nossa planilha de reforma você vai encontrar alguns já preenchidos, mas poderá editá-la de acordo com a sua necessidade. Confira quais são os itens. 

  • Estaca
  • Blocos
  • Vigas
  • Bombas de aço
  • Cabos de aço

Lembre-se de que todos os campos variam de acordo com a obra, por isso, adapte a planilha de acordo com as suas necessidades. 

Onde encontrar planilha de controle de reforma e construção?

Aqui na Bcredi, nós elaboramos um documento completo para ajudar você a planejar sua reforma sem problemas. Você só precisa fazer o download do arquivo e preencher seus itens e gastos da forma correta. Com as dicas que citamos aqui, você poderá executar uma obra de reforma ou construção com mais controle, segurança e redução de custos.

Se após o uso da planilha você perceber que vai faltar dinheiro para a sua reforma, pode utilizar seu imóvel como garantia para conseguir um empréstimo. É uma forma confiável, tranquila e acessível de angariar dinheiro para concluir a sua obra sem pesar no bolso. Faça uma simulação e veja como empréstimo da Bcredi pode ser a solução para que a reforma do seu imóvel tenha o resultado que você sonhou!

Julia Broens

Seguidora fiel do mundo financeiro, de inovação e tecnologia, escrever sempre foi uma das minhas grandes paixões. Sou formada em Comunicação Organizacional e acredito que a boa comunicação é fundamental para descomplicarmos o universo financeiro

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *