Planejamento financeiro 2020: saiba como fazer

Saiba como ter um planejamento financeiro eficaz para 2020 e economizar dinheiro para novos projetos. Acesse e saiba mais!

Todo início de ano é a mesma coisa: nós fazemos diversas promessas e, entre elas, está a vontade de, finalmente, se organizar com dinheiro. Esta é uma etapa especialmente importante, porque, dela, podem surgir outras promessas, como as viagens dos sonhos ou a compra da casa própria, por exemplo. 

Pode ser que a organização das finanças não seja realmente fácil de se colocar em prática, mas é para isso que estamos aqui: para mostrar, de forma detalhada, como você pode fazer um planejamento financeiro 2020

O planejamento anual é o mais indicado, principalmente para quem está iniciando no assunto e começando a entender como é a sua vida financeira. Isso porque ele mostra os meses em que há mais gastos, as previsões de ganhos e em quais momentos é preciso colocar o pé no freio na hora de passar o cartão.

Além disso, o planejamento financeiro é capaz de mostrar quando você pode investir um dinheiro e quando precisa aprender a poupar

No artigo de hoje, você vai aprender como fazer seu planejamento, quais suas vantagens e como evitar erros comuns. Não acredita? Continue a leitura e confira!

Baixe a sua planilha financeira pessoal

O que é planejamento financeiro e para que serve?

Planejamento financeiro pessoal ou empresarial consiste em, de forma racional e esquematizada, organizar financeiramente as finanças atuais de alguém, um núcleo familiar ou uma organização. Neste planejamento são definidas as metas que se quer alcançar e como isso vai ser feito, ou seja, qual a estratégia traçada para isso.

De acordo com o Banco Central e seu material sobre Educação Financeira e Gestão de Finanças pessoais, o planejamento financeiro tem o objetivo de mostrar às pessoas a importância da saúde financeira e como é possível promovê-la por meio da previsão de gastos e da organização das receitas.

Além disso, o planejamento financeiro também contribui para que pessoas no seu dia dia e gestores de empresas tomem decisões certeiras durante um período (em geral, um ano), conseguindo poupar para investir e não passar por maus bocados em períodos mais críticos de escassez de recursos. Desta forma, é possível controlar melhor a maneira de consumir recursos, promovendo o investimento e a preservação do patrimônio.

Com os conhecimentos e atitudes corretas, é possível tomar decisões responsáveis sobre consumo, investimentos e patrimônio. Uma família ou uma empresa que quer tirar planos do papel ou realizar sonhos precisa, essencialmente, organizar-se de forma sistemática, pois é a única forma de usar as receitas e oportunidades de forma eficaz.

Esta, inclusive, é uma grande lacuna da sociedade. Embora seja essencial para pessoas e companhias de todas as classes e portes, pouco se investiu nesse tipo de conhecimento. O resultado é inadimplência e dificuldade de organizar o uso de créditos e empréstimos pessoais.

O planejamento ainda serve para que as pessoas determinem objetivos para o futuro, contribuindo com uma aposentadoria tranquila e com a preservação do próprio patrimônio.

Quais são os principais objetivos do planejamento financeiro?

Os objetivos do planejamento financeiro são inúmeros e dependem dos sonhos, necessidades e vontades de cada pessoa ou de cada empresa, no caso de planejamento financeiro empresarial. Em geral, o planejamento financeiro busca:

  • conhecer a fundo as receitas do orçamento mês a mês;
  • entender as despesas previstas para o ano, antecipando períodos de maior necessidade de recursos;
  • controlar gastos e despesas com itens que não constam no grupo das primeiras necessidades;
  • entender a porcentagem da receita que fica comprometida com cada área;
  • economizar de forma sistemática para a realização de um sonho;
  • traçar prazos objetivos para a obtenção de valores para determinados investimentos;
  • prever a necessidade de se adquirir créditos e empréstimos pessoais;
  • planejar o financiamento de um imóvel ou de um veículo;
  • diagnosticar problemas nas finanças, como despesas além do valor das receitas;
  • traçar planos emergenciais.
Baixe a planilha e organize a viagem dos seus sonhos

São muitos os papéis do planejamento financeiro, sendo que o principal é permitir ao usuário a visualização fiel da sua vida orçamentária. Desta forma, evitam-se as inadimplências e os sufocos com a falta de dinheiro e com a imprevisibilidade de um desemprego ou de um problema de saúde, por exemplo.

Qual a importância do planejamento financeiro na vida pessoal?

O incentivo desenfreado ao consumo chegou ao século XXI e, com ele, os péssimos hábitos orçamentários dos brasileiros. Isso resultou em um aumento do poder de compra, o que é benéfico, principalmente para as classes menos favorecidas, mas com ele deveria ter havido o incentivo ao acompanhamento das finanças.

Os gastos sem planejamento e a falta de consciência da própria vida financeira prejudicam severamente o orçamento das famílias. A vontade de adquirir bens duráveis, bem como as compras constantes e desnecessárias nos supermercados tomaram, inclusive, o espaço do lazer, obrigando os núcleos a realizarem empréstimos de forma impulsiva e gerando, assim, ainda mais dívidas.

Por conta disso, o planejamento financeiro pessoal possibilita que as pessoas tenham a real ideia de como é sua vida orçamentária. Isso contribui para que a decisão dos gastos seja acertada, que não faltem recursos para as primeiras necessidades e para que seja possível poupar para emergências ou para conquistar e alcançar objetivos pessoais.

Entre esses objetivos podem estar a vontade de abrir o próprio negócio, o sonho da casa própria, a intenção de se aumentar o patrimônio da família, a realização de um casamento ou a compra da viagem dos sonhos. Não há limite para o desejo, mas deve ser possível economizar e gastar com sabedoria para conquistar o que foi planejado.

A reserva financeira também é de suma importância, uma vez que situações imprevisíveis podem acontecer na vida pessoal. Já imaginou precisar emergencialmente de determinada quantia de dinheiro? Comprometer-se em poupar preserva a família e garante que, em momentos críticos, pouco será abalado.

Quais dicas para economizar e ter mais dinheiro durante o ano?

Acredite: independentemente do orçamento, é possível poupar dinheiro durante o ano. Para isso, basta adotar hábitos saudáveis de gastos e evitar cair nas armadilhas das promoções e empréstimos realizados sem o devido planejamento. Veja, abaixo, algumas dicas para economizar.

  • Não faça dívidas desnecessárias.
  • Registres seus ganhos e gastos.
  • Compre à vista.
  • Planeje gastos maiores e investimentos.
  • Adote novos hábitos de consumo.
  • Preveja quanto você gasta com as contas mensais e procure economizar no consumo de água e energia elétrica.
  • Opte por programas de lazer gratuitos ou mais baratos.
  • Faça uma lista de todas suas contas fixas.
  • Anote os gastos do cartão de débito.
  • Determine um teto para cada tipo de gasto de acordo com seu orçamento, como lazer, serviços, educação, saúde, casa, entre outros.
  • Estabeleça quanto será economizado por mês e cumpra mensalmente.
  • Fuja do cheque especial.
  • Evite recorrer ao cartão de crédito.
  • Não faça compras por impulso.

Adotando estas práticas no dia a dia, logo se tornarão um hábito e você, em poucos meses, pode perceber a diferença que isso fará ao final de um ano.

Dicas para montar seu planejamento financeiro pessoal para 2020

Está convencido de que é imprescindível fazer um planejamento financeiro pessoal? Confira então como fazer isso para não errar!

Entenda como funcionam suas finanças

O primeiro passo para um planejamento financeiro pessoal é entender a dinâmica do seu orçamento. Suas receitas são fixas? Há períodos de maior ou menor ganho? Quanto do seu orçamento é utilizado nos primeiros dias do mês? Entender tudo isso pode mostrar a realidade do seu orçamento para que você diagnostique problemas e lacunas.

Defina seus objetivos

Ter um objetivo para se alcançar é extremamente estimulante! Isso vai ajudar você a ter mais comprometimento e a cumprir com o seu planejamento financeiro pessoal. Você pode imaginar fazer uma viagem, investir no próprio negócio ou adquirir um bem durável. A ideia, aqui, é correr atrás do que você prometeu a si mesmo. 

Compare preços

Antes de realizar uma compra, compare preços de outras lojas e estabelecimentos. Agir por impulso e comprar a primeira opção é uma das práticas mais danosas para um planejamento financeiro pessoal de qualidade. 

Aprenda a poupar

Siga as dicas que demos acima para prever quanto você poderá economizar no ano de 2020. Procure ser realista e estabelecer um valor possível para não se frustrar, evitando comprometer grande parte do salário e acabar desistindo do planejamento. 

Faça uma tabela de planejamento financeiro pessoal 2020

Por fim, ter à mão uma tabela de planejamento financeiro é essencial. Esse documento possibilita que você visualize suas finanças de forma fiel, promovendo um diagnóstico certeiro a respeito dos gastos e receitas. 

Baixe a sua planilha financeira pessoal

Como fazer uma planilha de controle de gastos mensais?

Ter uma planilha de gastos pode ser bastante útil para quem quer ter o controle do orçamento nas mãos. Para isso, abra uma tabela ou faça linhas e colunas em um papel. Depois, é só seguir o passo a passo abaixo.

  1. Em 12 colunas, escreva os nomes de cada mês do ano, deixando a primeira em branco.
  2. Na primeira coluna, em cada linha, escreva suas despesas. Não se esqueça de nada, nem do restaurante da esquina e nem do valor que será poupado.
  3. Mapeie seus gastos analisando extratos bancários e some as despesas de cada categoria (listadas no item acima).
  4. Faça a soma das despesas de cada mês.
  5. Compare os gastos de cada mês com a respectiva receita.
  6. Analise se seus gastos ultrapassam os ganhos. Se sim, algo precisará ser cortado.
  7. Ajuste seus gastos até que sua receita os ultrapasse.

Com esta tabela, você consegue avaliar com precisão sua vida financeira e pode estabelecer metas de economia e de teto de gastos.

O que fazer com o dinheiro que economizei?

Deu tudo certo e você agora não sabe o que fazer com a quantia que poupou? Saiba que deixar o dinheiro na caderneta de poupança pode ser ótimo para você preservar e guardar a quantia, mas essa opção não é necessariamente a melhor quando se quer aumentar os rendimentos.

Veja, abaixo, algumas dicas promissoras para você investir.

Baixe a planilha e planeje o orçamento da sua reforma

Aposte no Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um tipo de investimento de renda fixa. Ele consiste em você adquirir títulos públicos do governo federal, como se emprestasse, para, depois, receber o valor de volta com juros. 

Esse dinheiro é emprestado para financiar gastos com saúde e educação e é pago ao titular em uma data específica.

Conheça o Certificado de Depósito Bancário (CDB)

O CDB, assim como o Tesouro Direto, é um título de renda fixa. Este, porém, é oferecido pelas instituições bancárias. Funciona também como um empréstimo ao banco, que devolve o valor com juros para o titular.

Esta modalidade de investimento é extremamente segura e rentável, sendo indicada para quem pretende resgatar o valor sem pressa e com planejamento. 

Descubra as Letras de Câmbio (LC)

Letras de Câmbio também são títulos de renda fixa. Estas, no entanto, são emitidas por instituições financeiras que têm habilitação prévia para oferecer esse serviço.

O rendimento é variável, mas também certeiro e seguro, e as taxas dependem de cada financeira. O ideal, portanto, é realizar uma pesquisa e fazer simulações de acordo com o período em que você planeja resgatar o valor investido. 

Invista na Previdência Privada

Acredite: a Previdência Privada pode ser excelente para investidores que querem colher os louros no longo prazo. O investimento funciona por meio de uma aplicação, que deve ter um beneficiário.

Com contribuições mensais, o titular acumula capital e investe na sua previdência. Quando o prazo terminar, é possível resgatar o dinheiro de volta com juros.

Estas são algumas das formas de você usar com sabedoria o dinheiro economizado, evitando gastos impensados, que podem culminar na perda de todos os seus esforços.

Quais os erros comuns do planejamento financeiro mal aplicado?

Como nem todos estão próximos ao tema, muitos erros podem surgir, tanto durante a elaboração, quando durante a execução do planejamento financeiro. São deslizes normais, que devem ser evitados, mas que não devem servir para desanimar quem está começando a organizar a vida financeira.

Confira, agora, quais os erros mais comuns e como evitá-los.

Não acompanhar os gastos com frequência

Um dos erros mais frequentes é deixar ou esquecer-se de acompanhar os gastos do mês. Essa é uma etapa importante, já que você sabe a quantia que está saindo da sua conta. Além disso, esse acompanhamento ajuda também no diagnóstico de problemas e na avaliação de para onde está indo seu dinheiro. Sabe aqueles pequenos lanches que impactam no orçamento? Tudo isso por ser visto com o acompanhamento diário do seu planejamento.

Não ter um objetivo

Ter um objetivo para alcançar, além de estimulante, faz com que você passe a entender o mercado e a tomar as melhores decisões. Isso possibilita que o valor estabelecido para poupança seja cumprido e mostra a você as opções de investimento disponíveis no mercado. Como você sabe o esforço que fez, acaba analisando as melhores oportunidades para não perder dinheiro.

Não acompanhar o cartão de crédito

Nunca cometa esse erro gravíssimo. O cartão de crédito pode, sim, ser um aliado, mas também pode destruir um orçamento. Acompanhe seus gastos e entenda quando eles vão impactar no seu orçamento. Não adianta gastar tudo em um mês e não conseguir pagar a fatura no próximo por conta do acúmulo de contas e parcelas.

Deixar a reserva de emergência na conta corrente

Se você optar por manter seu dinheiro para emergências na sua conta corrente, pode perder o controle. Isso porque os cartões de débito nos tiram um pouco da realidade, mesmo para aquelas pessoas que, sabiamente, acompanham o extrato bancário todos os dias. Para não acabar gastando o que não pode, mantenha essa quantia em um local seguro, diferente da sua conta e fácil de ser resgatado em caso de emergências. 

Em resumo, o que se pode dizer é que é preciso ter total controle das finanças, sabendo para onde vai cada centavo. Mas sem se esquecer de visualizar possíveis parcelas do futuro.

Como não cometer esses erros?

Para evitar que seu planejamento financeiro 2020 vá por água abaixo, é preciso ter em mente que alguns hábitos devem ser mudados. Veja, abaixo, como evitar problemas e manter sua saúde financeira em dia. 

  • Acompanhe seu extrato bancário diariamente.
  • Se for usar o cartão de crédito, inclua as parcelas na sua planilha.
  • Economize uma quantia todos os meses.
  • Tenha um objetivo com o dinheiro que será poupado.
  • Anote todos os gastos, até as pequenas corridas por carro de aplicativo. Eles impactam muito no orçamento.
  • Saiba quais são seus gastos fixos.
  • Estipule um teto de gastos para cada categoria de despesa: lazer, contas básicas, alimentação, estética, etc.
  • Mantenha atualizada diariamente sua tabela de gastos pessoais.

Com hábitos simples, é possível manter seus recursos financeiros a salvo e, ainda, estabelecer uma quantia para ser economizada todos os meses.

A educação financeira é essencial, principalmente em tempos de consumismo em excesso. Você pode, sim, gastar seu dinheiro com seus gostos pessoais, viagens e até supérfluos. É preciso, no entanto, saber como fazer isso e evitar recorrer a dívidas e a empréstimos sem necessidade.

Os empréstimos podem ser muito bem-vindos quando se tem um objetivo claro em mente para a quantia liberada. Por isso, mantenha todos os dias a prática de entender, controlar e prever o seu orçamento. Agora que você já sabe tudo sobre planejamento financeiro 2020, aproveite para ler nosso texto com 5 dicas para se preparar para as despesas comuns para o início do ano.

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Visualizar todas as publicações

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *