A importância das parcerias na assessoria de captação de recursos

Conheça a história do Maurício, que usou a experiência em instituições bancárias para criar a própria assessoria financeira e agora atua em parceria com a Bcredi.

Atuar de forma autônoma é uma ambição comum para muitos profissionais que ao longo dos anos se tornam especialistas em suas funções. Porém, para declarar independência de uma empresa, é preciso encontrar um diferencial estratégico, formar a rede certa de parceiros e ter uma boa dose de coragem para abrir mão da segurança do emprego fixo e se lançar no mercado.

Foi usando essa receita que o Maurício Camargo, parceiro da Bcredi e co-fundador da ASI Capital, deixou uma carreira sólida em instituições bancárias para explorar novas possibilidades de negócio no Rio Grande do Sul. Em 2014, junto com seu sócio, que também conta com uma trajetória profissional semelhante, fundou a empresa de assessoria. 

A trajetória do Maurício como consultor começou quando ainda estava no banco, como uma atividade paralela. Ele conheceu seu sócio, Cesar Quadros, por meio de um cliente em comum e começou a ver os resultados chegarem quando recebeu algumas ofertas de parcerias. “O mais importante pra gente é oferecer algo que o cliente já não tenha no banco e que tenha condições ainda melhores.”

Hoje a ASI Capital é especialista na captação de recursos para empresas e enquadra demandas de empresários em produtos do portfólio, como Capital de Giro e Empréstimo com Garantia de Imóvel. Como o consultor não queria restringir a atuação regionalmente, buscou produtos que poderiam ser contratados online, como o Crédito com Garantia de Imóvel (CGI) da Bcredi. 

Maurício no escritório da ASI Capital, no Rio Grande do Sul.

“Nossa atuação é muito forte com parceiros. Percebemos que os bancos tradicionais têm essa modalidade de crédito (com garantia de imóvel) mas não é de prateleira, ou seja, não é de interesse deles oferecer uma linha de longo prazo com taxas menores.” Nesse sentido, Maurício vê vantagem na operação por meio das fintechs, mas acredita que nada pode substituir o atendimento humano, pessoal e atencioso aos clientes

“A maioria das instituições que trabalham com o CGI montam uma estrutura baseada em processos redondos. Se tudo estiver redondinho, com documentos em dia, por exemplo, funciona muito bem, o problema é que nem sempre é assim. Portanto, para fazer acontecer, ainda é preciso pessoalidade nesse processo.”

Hoje o CGI faz parte do dia a dia da ASI Capital. Quando um cliente procura a empresa na busca de recursos para investimentos, os consultores realizam uma análise e um enquadramento de acordo com o perfil da empresa e do empresário. Dessa forma, eles conseguem encaminhar o cliente para a instituição parceira onde existe a maior chance do crédito ser aprovado. 

Para ele, a Bcredi está tendo efetividade nesse processo, principalmente por ter mais flexibilidade nas negociações. 

“Nosso ponto de contato na Bcredi é o Gibran (consultor de parcerias na Bcredi) e digo que ele é o diferencial porque  se dedica em cada detalhe para resolver caso a caso. Se a gente for esperar que venha tudo pronto da parte do cliente, muitas vezes pode não acontecer.”

Ao longo desses meses em que trabalha em parceria com a Bcredi, Maurício afirma ter aprendido mais detalhes sobre o produto e sobre como o processo funciona dentro de uma startup. Hoje ele enxerga o CGI como um produto simples, com muito potencial para seus clientes, mas que tem alguns detalhes que precisam ser mais trabalhados, como as questões que envolvem o imóvel que será colocado como garantia. Ele já fechou 3 contratos em parceria com a Bcredi e está confiante no crescimento da ASI Capital para 2020.

Victoria Cezimbra

Administradora por formação e redatora por paixão, está sempre de olho nas novidades do universo financeiro para ajudar os brasileiros a lidarem melhor com o próprio dinheiro ou com as finanças de seus negócios.

Visualizar todas as publicações

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *