O que é Home Equity: conheça tudo sobre esse tipo de crédito

home equity
Bcredi

28 de outubro de 2019

Muitas financeiras e fintechs começaram a oferecer novas modalidades de crédito. A necessidade de apresentar novas formas de crédito aos consumidores veio dos incentivos à abertura de novas empresas e até das crises financeiras experimentadas nos anos que se passaram. Dentre tantas opções, no entanto, surge a dúvida sobre o que é Home Equity, como a modalidade funciona e quais os critérios exigidos para consegui-la. 

A modalidade não é tão nova assim, sendo muito comum em países como os Estados Unidos e o Canadá. Na prática, funciona quando o solicitante oferece, como garantia do empréstimo, um imóvel quitado e em seu nome. A propriedade pode ser comercial ou residencial, mas é necessário que os documentos estejam todos em dia para que o pedido seja aceito, além de outros critérios.

Uma das melhores características no Home Equity, no entanto, é que ele não tem exigências quanto ao uso do dinheiro. Você pode utilizar os recursos para pagar dívidas, investir, reformar a casa e até para abrir ou expandir um negócio. Além disso, as taxas de juros também são reduzidas, o prazo para pagamento é longo e as opções do mercado oferecem diversas condições.

Essa pode ser a oportunidade para quem precisa levantar recursos, mas é preciso entender bem como o Home Equity funciona e o que levar em consideração na hora de escolher a empresa que vai oferecer o crédito.

Se você está pensando no assunto e quer saber mais sobre o que é o Home Equity, você está no lugar certo. Preparamos um conteúdo completo para lhe servir como guia na hora de solicitar crédito com segurança. Confira!

O que é Home Equity?

Home Equity é uma modalidade de crédito pessoal que oferece empréstimo tendo, em troca, um imóvel como garantia. Por compreender a propriedade de um imóvel quitado e sem pendências, portanto fácil de ser pago ao credor no caso de inadimplência, tem taxas mais convidativas que as demais opções do mercado. 

Para ser apto a solicitar esse tipo de crédito, é preciso que seja oferecido um imóvel quitado como garantia. Independentemente de ele ser residencial ou comercial, é essencial que esteja com toda a papelada em dia para que não haja problemas na hora de realizar os trâmites necessários.

Na prática, o que acontece é que o credor se transforma em proprietário do imóvel até que a dívida seja completamente paga por quem solicitou o empréstimo. Os motivos para recorrer a esse tipo de empréstimo podem ser diversos, uma vez que uma das principais características é a não exigência de destinação específica do dinheiro.

É possível, por exemplo, utilizar os recursos para quitar ou unificar dívidas, como quando você tem muitas contas a pagar e solicita o empréstimo para quitá-las e arcar somente com as obrigações do Home Equity. Também é possível investir a quantia em um novo negócio, pagar a faculdade dos filhos, reformar a casa ou realizar outros tipos de investimentos.

O Home Equity também permite que o imóvel utilizado como garantia seja de terceiros, ou seja, você pode apresentar um fiador para que seu crédito seja liberado. É uma forma prática, fácil e segura de solicitar empréstimo a juros baixos e com parcelas que cabem no seu bolso.

É necessário, como já dissemos, apenas que o imóvel esteja completamente pago e sem pendências de documentação, como problemas com disputas judiciais, penhoras ou outros impeditivos.

O Home Equity também tem a característica de oferecer prazos mais longos para pagamento. Em alguns casos, é possível dividir o valor em até 30 anos. Esse valor, inclusive, costuma ser de 60% do valor do imóvel. Se a propriedade oferecida como garantia é avaliado por R$ 400 mil, é permitido que o crédito oferecido seja de até R$ 240 mil.

As próprias financeiras e instituições bancárias enviam profissionais para realizarem essa avaliação do imóvel, fazendo com que tudo aconteça de forma documentada e segura para ambas as partes.

Quais os benefícios do Home Equity?

Em geral, podemos dizer que os empréstimos e créditos pessoais são melhores quando têm taxas de juros baixas. A verdade é que tudo depende do que você pretende, das características da sua vida financeira, do seu patrimônio e do seu objetivo de vida. 

Qualquer tipo de empréstimo que você encontra hoje possui suas vantagens e desvantagens, por isso é importante conhecer cada um. A seguir você descobre as vantagens do Home Equity.

Taxa de juros mais convidativa

O Home Equity trabalha oferecendo empréstimo a quem possa oferecer um imóvel como garantia de pagamento. Por desestimular a inadimplência, as taxas de juros embutidas no pagamento são mais baixas do que as que compõem outras modalidades de crédito.

Se você for fazer uma pesquisa no mercado, consegue encontrar empréstimo pessoal com taxas de juros acima dos 6% ao mês. O cheque especial, por exemplo, pode ultrapassar os 12%, o que está muito acima da taxa do Home Equity, que pode ser, em média, de 2% ao mês.

Isso faz brilhar os olhos daqueles que precisam levantar recursos para a realização de um sonho ou para quitar dívidas incômodas. 

Usufruto garantido do imóvel

Na modalidade de empréstimo Home Equity, a propriedade passa a ser do credor até que a dívida seja paga. Mas não fique imaginando que você precisará preparar a mudança ou encontrar um outro imóvel enquanto as parcelas correm: você pode usar a propriedade normalmente até o final do contrato.

Isso facilita a vida de muita gente que imagina que precisa abandonar a residência ou o seu ponto comercial, o que ocasionaria muitos prejuízos e tempo perdido. Desta forma, você consegue aproveitar os recursos oferecidos pelo empréstimo e, ainda assim, continuar no conforto do seu lar. 

Lembre-se de que qualquer medida judicial referente à posse do imóvel só acontece após períodos de inadimplência, ou seja, basta que você se planeje e pague as contas em dia para que tudo corra conforme o planejado. 

Prazo de pagamento estendido

Outro benefício que se destaca no empréstimo Home Equity é o prazo de pagamento mais longo do que o das demais modalidades oferecidas no mercado. Isso porque a financeira ou a instituição bancária não quer tomar o seu imóvel, mas sim receber os valores do empréstimo.

Por conta disso, é muito comum que os prazos oferecidos sejam maiores para que o valor seja quitado, podendo chegar a 30 anos de parcelamento. Em outros tipos de crédito, muitas vezes o tempo máximo é de seis ou 10 anos.

Assim, caso você decida solicitar um crédito pessoal via Home Equity, você consegue ter um fôlego maior para que as finanças melhorem e para que você consiga pagar todo o parcelamento sem sufoco. Importante lembrar que, em geral, as empresas exigem que as parcelas não comprometam mais do que 30% da renda bruta.

Maior valor oferecido como empréstimo

Essa vantagem está inclusive documentada e prevista. Verdade! Desde 2013, com a Resolução nº 4.271, foi determinado que os empréstimos de modalidade Home Equity podem chegar a até 60% do valor da avaliação da garantia, ou seja, do preço calculado para seu imóvel na hora de a empresa checar a propriedade. Por conta disso, esta forma de empréstimo é a melhor alternativa para quem busca empréstimos acima dos R$ 50 mil, por exemplo.

Saiba que a avaliação realizada no seu imóvel é feita por uma empresa terceirizada, ou seja, você não precisa se preocupar com intenções escusas ou estudos tendenciosos. Por conta disso, você pode ficar tranquilo quanto à segurança e à fidelidade dos números que vão surgir.

Após a avaliação e se concedido o empréstimo, todas as despesas de cartório, avaliação, abertura de crédito e outros serviços são diluídos no financiamento, ou seja, você não vai sentir o pequeno aumento nas parcelas.

Mais liberdade na destinação do dinheiro

Se você pretende realizar um empréstimo de modalidade Home Equity, pode ficar tranquilo. Você não precisará prestar contas dos gastos para provar para onde foram os recursos, como é o caso de empréstimos exclusivos para pessoas jurídicas, por exemplo. Nesta forma de crédito você pode utilizar o dinheiro da forma que achar melhor para sua vida pessoal e financeira.

Uma ideia é usar os recursos para pagar dívidas altas. Como os juros deste empréstimo são mais baixos e os prazos para pagamentos são maiores, você pode quitar todos os seus débitos e unificá-los somente no parcelamento do empréstimo. Além de facilitar o pagamento, você ainda paga menos multas.

Também é possível tirar sonhos do papel e realizar as viagens que sempre quis ou financiar o intercâmbio dos filhos. Se preferir, ainda, abra um negócio próprio ou expanda a empresa que você já tem. O importante, aqui, é fazer tudo com planejamento e com uma empresa que lhe ofereça segurança na transação. 

Disponibilidade para negativados

Se você achou que nunca encontraria um empréstimo disponível para pessoas negativadas, pode comemorar. O Home Equity pode, sim, ser concedido para aqueles que têm alguma restrição no seu CPF constante nos serviços de proteção ao crédito.

Isso porque a maior garantia oferecida pelo interessado é o imóvel que está quitado e em seu nome, ou seja, a empresa entende que a inadimplência não acontecerá e confia o valor aos donos de imóveis ou a seus fiadores.

As financeiras também compreendem que dívidas acontecem além da nossa vontade e que o interessado poderá utilizar o crédito exatamente para pagar qualquer débito que possa estar “sujando” seu nome na praça. A partir disso, o nome sai das restrições e volta a ter crédito no mercado.

Atenção: embora estar negativado não impeça a concessão de crédito, é importante evitar débitos e dívidas que podem aumentar e virar verdadeiras “bolas de neve”. Também é essencial que se consiga pagar as parcelas até o final do contrato para não ver seu imóvel ser tomado pela empresa.

Contratação de empréstimo facilitada e rápida

Nesse mundo digital, cada vez mais as pessoas estão avessas ao excesso de burocracia e à demora de serviços que poderiam ser simples. Pensando nisso, hoje, a contratação de crédito está muito mais rápida e fácil de se conseguir. 

Para você contratar o empréstimo Home Equity, basta que você faça uma simulação online com o valor que pretende levantar. Nesta etapa você também deve enviar os comprovantes de renda dos envolvidos no empréstimo. 

Após isso, a financeira ou o banco avaliam a papelada e a documentação do imóvel. Se tudo der certo, você precisará assinar um contrato e registrá-lo em cartório. Assim que esta etapa ficar pronta, o dinheiro será depositado na sua conta.

Como funciona no Brasil?

O Home Equity no Brasil é uma modalidade de empréstimo baseada em alienação fiduciária. A dinâmica é a de que o interessado no empréstimo transfere o imóvel para o credor, que permanece como proprietário até o pagamento da última parcela. Após isso, se for um bom pagador, o proprietário reavê sua propriedade. 

Algumas pessoas também atribuem ao Home Equity a qualidade de refinanciamento imobiliário. A prática já é bastante difundida em outros países, principalmente da América do Norte, mas no Brasil o Home Equity tem sido difundido  há pouco tempo, principalmente por conta dos incentivos oferecidos pelo Banco Central.

Como, neste empréstimo, o imóvel oferecido como garantia já fica em nome do credor, os riscos são mais baixos e possibilitam que as vantagens oferecidas também sejam maiores, ou seja, a procura pela modalidade aumenta.

Na prática, o que acontece no empréstimo via Home Equity é que a pessoa interessada em levantar recursos precisa oferecer um imóvel quitado e sem pendências como garantia de pagamento. Em casos de inadimplência, a financeira ou o banco pode tomar o imóvel para saldar a dívida.

Por entender que “dar” o imóvel a uma instituição não é uma opção para quem busca crédito, ou seja, o pagamento é mais garantido, é possível oferecer taxas de juros mais atrativas, pagamento facilitado e até prazos mais extensos para quitar as parcelas.

Uma das poucas desvantagens do Home Equity, no entanto, é que ele exige alguns trâmites prévios que podem custar dinheiro antes mesmo da concessão do crédito. Avaliação do imóvel e despesas com cartório, por exemplo, podem ultrapassar os R$ 2 mil. 

Quais os valores máximos e mínimos de empréstimo da modalidade?

A questão dos valores de contratação do empréstimo depende muito da empresa que oferece esses valores. Na Bcredi, por exemplo, você pode pedir créditos que variam de R$ 30 mil a R$ 4 milhões. Essa faixa é mais alta do que nas outras modalidades de crédito, já que você oferece uma garantia real de pagamento e de altos valores.

Lembrando que o valor do empréstimo deve corresponder a 50% do valor avaliado do imóvel e que essa análise é feita por empresas terceirizadas, não bastando somente indicar um preço provável de venda da propriedade.

Embora muito facilitado no Brasil, o Home Equity deve ser contratado após um minucioso planejamento de vida e de orçamento. O uso do dinheiro deve ser calculado e as vantagens e desvantagens devem ser avaliadas, já que a inadimplência implica na perda da propriedade.

O ideal, aqui, é contar com uma renda estável e com um momento de carreira promissor, que possibilite o pagamento por um prazo longo e que não comprometa o patrimônio da sua família.

Qual a diferença entre Home Equity e hipoteca?

Embora a hipoteca e o Home Equity ofereçam um imóvel como garantia de pagamento de empréstimo, as modalidades carregam algumas diferenças entre si. A principal delas está relacionada à propriedade da construção.

Enquanto no Home Equity o imóvel é imediatamente transferido para o nome do credor por meio da alienação fiduciária, em caso de inadimplência basta que o imóvel seja tomado, na hipoteca a propriedade continua no nome do proprietário. Nesse último caso, a falta de pagamento exige uma ação judicial para que a construção seja transferida.

O que pode ser mais vantajoso para o dono da casa ou do apartamento, pode ser especialmente ruim para as empresas, que precisam arcar com as custas judiciais referentes à ação de posse da propriedade. Por conta disso, o Home Equity oferece vantagens que a hipoteca não é capaz de oferecer. 

O Home Equity é, portanto, indicado para quem precisa de altos valores de crédito para serem pagos durante um prazo longo e a juros baixos. O importante é analisar as opções do mercado e ver qual empresa oferece mais vantagens.

É importante, ainda, fazer um planejamento minucioso das suas finanças para que a destinação dos recursos possibilite um fôlego ou um lucro no médio e no longo prazo, evitando dificuldades na hora de pagar as parcelas.

Para quem quer abrir um negócio ou aumentar a empresa, pode ser uma ótima opção, já que você consegue unir a captação de recursos com as possibilidades de lucro. Também é indicado para quem precisa pagar dívidas altas ou para quem quer realizar o sonho de financiar uma viagem ou um intercâmbio para os filhos.

Como você pode ver, é importante saber o que é Home Equity, como ele funciona e quais as vantagens desta modalidade de crédito. Agora que você sabe mais sobre o assunto, não deixe de fazer uma simulação online e descomplicada para visualizar suas parcelas, o tempo de pagamento do empréstimo e quais os documentos que você deve separar para contratar o serviço.

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *