O que é uma fintech e como a tecnologia facilita o empréstimo?

ilustração com pessoas acessando o banco online pelo celular aplicativo fintech

Você já deve ter ouvido a palavra fintech e da promessa dessas empresas de que vieram para revolucionar o mercado financeiro. Essas startups atuam no setor financeiro e usam inovações tecnológicas para facilitar processos bancários, como a abertura de uma conta bancária, acesso a um cartão de crédito sem tarifas, conseguir um empréstimo de forma mais rápida e contar com serviços de contabilidade. 

Nesse artigo, nós vamos te explicar o que é uma fintech e como a tecnologia simplifica processos e facilita o acesso a um empréstimo, tornando a contratação mais rápida e flexível. Confira!

O que é uma Fintech?

Fintechs são novas empresas do setor financeiro que empregam a tecnologia para inovar na oferta de soluções, de maneira disruptiva e orientada pelo sucesso do cliente. Além disso, as fintechs possuem um custo operacional muito menor do que os bancos tradicionais por serem mais enxutas, podendo operar ativamente com menos colaboradores e mais parcerias.

Vale ressaltar que toda fintech é uma startup, pois a solução geralmente começa como uma operação pequena e precisa do aporte de investidores para conquistar seu espaço no mercado. Com o objetivo de inovar e otimizar processos financeiros, as fintechs apostam na tecnologia para desenvolver novas soluções e aprimorar processos já existentes.

Quais as vantagens de uma Fintech?

Com a crescente digitalização das relações em sociedade, surge a necessidade de desenvolver novas soluções para problemas antigos e assim trazer agilidade e menos burocracia para o sistema financeiro. Hoje, é possível abrir uma conta corrente e solicitar um cartão de crédito diretamente pelo celular, em um banco 100% digital. O processo todo é realizado no próprio aplicativo e em menos de 10 minutos, sua conta está aberta e em poucos dias seu cartão chega na sua casa. 

As vantagens de optar pelos serviços financeiros de uma fintech ao invés dos bancos tradicionais são várias. Aqui destacamos as principais:

Praticidade

Com o uso da tecnologia e da internet, realizar transações financeiras se tornou extremamente simples e acessível. Não é preciso esperar para ser atendido nas longas filas dos bancos, já que você pode fazer tudo pelo celular. A preocupação com o acesso facilitado também passa pela simplificação das plataformas, assim, mesmo quem tem pouca familiaridade com recursos tecnológicos consegue realizar operação de forma fácil e rápida. 

Custos mais baixos

As fintechs possuem custos operacionais mais baixos para se manterem ativas no mercado, se comparadas a grandes bancos e instituições de crédito tradicionais. Elas buscam oferecer agilidade e uma boa experiência para o cliente, o que faz com que os serviços sejam pensados de maneira inteligente. Com base tecnológica, as fintechs conseguem fazer mais com menos, assim, as análises e processos das fintechs se tornam mais rápidos e baratos. 

Especialização

Os bancos tradicionais chegam a oferecer mais de 40 produtos para seus clientes, o que torna a operação complexa e o atendimento lendo e muito burocrático. As fintechs buscam se especializar em poucos produtos, o que torna os processos mais inteligentes e as possibilidades de inovação também são maiores. Além disso, o grau de especialização em poucos produtos também permite firmar parcerias com outras empresas, criando um ecossistema de inovação financeira

Plataformas atualizadas

A dinâmica de trabalho nas fintechs é orientada às necessidades dos usuários, isso significa que o desenvolvimento e o aprimoramento das plataformas, sites, aplicativos e também dos produtos ofertados é constante. O relacionamento com os clientes é mais valorizado e as melhorias são implantadas com muito mais agilidade do que em empresas tradicionais, criando soluções que de fato impactem a vida das pessoas na prática. 

Impacto social e ambiental

Por oferecerem soluções digitais, as fintechs priorizam a facilidade de acesso a serviços financeiros, o que amplia o número de pessoas que podem participar de operações bancárias sem necessariamente estarem formalmente ligadas a um banco tradicional. Além disso, com a eliminação de boa parte de faturas e contratos impressos, a redução no uso de plástico e papel torna a cultura das fintechs mais voltada à sustentabilidade. 

Como saber se uma fintech é segura?

Esse ainda é um ponto de resistência que muitos consumidores têm em relação às fintechs, julgando ser mais confiável continuar com o relacionamento com os bancos tradicionais. Para você entender como os processos nas fintechs são seguros, existem diversas regulamentações para o setor, como as diretrizes da Resolução nº 3.954 do Banco Central do Brasil sobre os correspondentes bancários. 

Além disso, a Associação Brasileira de Crédito Digital traz diversas orientações, publicações e notícias referentes ao setor. O site da instituição também traz a lista de seus membros, assim você pode ter certeza de quais são as fintechs que seguem boas práticas na hora de oferecer seus serviços.

Satisfação dos clientes é maior com as fintechs

Os clientes de fintechs estão mais satisfeitos com os serviços prestados do que os clientes de bancos tradicionais, de acordo com uma pesquisa feita pelo Google Brasil em outubro de 2019 com 500 usuários de serviços financeiros de todas as regiões. De acordo com os dados, 78% dos clientes atendidos pelas startups financeiras estão satisfeitos com os produtos, serviços e atendimento, contra 55% das pessoas que estão nos bancos tradicionais.

A pesquisa confirma o crescimento das fintechs nos últimos anos, mudando a maneira como as pessoas lidam com seu dinheiro e a confiança em novas empresas. Além de os processos ficarem menos burocráticos e o cliente ter acesso a um serviço mais eficiente, algumas consultas podem ser resolvidas a qualquer momento, diretamente pelo celular sem depender do tradicional horário dos bancos.

Fintechs de sucesso

As fintechs já não são mais uma moda passageira e vieram para ficar e modificar todo o ecossistema financeiro e bancário no Brasil. Você com certeza já ouviu falar de alguma dessas fintechs e provavelmente até utiliza seus serviços mas nem imagina que ainda são startups. Confira abaixo algumas das principais fintechs do Brasil:

Nubank

O banco digital é conhecido por ter zero burocracia para abertura de contas, tudo pode ser feito via aplicativo em seu smartphone e não há tarifa para a utilização de seus serviços. Em 2013, contava somente com o cartão de crédito, mas em 2018 lançou a Nuconta, permitindo que qualquer pessoa crie uma conta bancária livre de taxas e conte com um rendimento diário maior que o da poupança tradicional.

Picpay

Essa plataforma surgiu com o objetivo de facilitar transferências de valores entre pessoas, com a cobrança direta no cartão de crédito e sem taxas. Esse serviço facilitou muito as contas divididas entre amigos e também o pagamento em diversos estabelecimentos, diretamente pelo nome ou QR Code. É possível utilizar seu saldo para comprar créditos de celular, em lojas de jogos e outros serviços.

Contabilizei – contador online

Com o objetivo de democratizar a contabilidade para micro e pequenas empresas, a Contabilizei surgiu para mudar o mercado brasileiro. Você pode abrir uma empresa e resolver toda a burocracia através da plataforma da fintech. Além disso, seu suporte está disponível para te ajudar sempre. Com mensalidades acessíveis, especialistas em contabilidade ajudam a organizar a vida financeira da sua empresa.

Bcredi

Fintech especialista em crédito imobiliário, a Bcredi oferece o empréstimo com garantia de imóvel, o financiamento de imóvel e também a antecipação de venda, em um processo rápido e online. Com uma plataforma que integra a empresa aos clientes e também a parceiros e investidores, o acesso ao empréstimo conta com um atendimento humanizado e condições de contratação mais flexíveis. 

Conclusão

Diante de uma sociedade cada vez mais conectada às novidades tecnológicas e que exige melhores serviços e produtos, fica fácil entender o papel das fintechs no mercado financeiro. Essas empresas inovadoras são hoje as grandes aliadas para simplificar processos bancários burocráticos e fazer com que bons serviços financeiros sejam mais acessíveis a todos, contribuindo para uma sociedade menos endividada e que possa fazer um uso mais consciente do dinheiro.

Bruna Bill

É formada em Jornalismo e está sempre atenta ao contexto econômico, refletindo sobre como essas questões impactam as finanças dos brasileiros. É apaixonada por pessoas e conta nossas histórias de sucesso, com relatos que vão muito além do empréstimo, mostrando como o Crédito com Garantia de Imóvel da Bcredi mudou a vida dos nossos clientes.

Visualizar todas as publicações

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *