Porque as fintechs vão revolucionar nossas relações financeiras

Virtualização das operações passa pela atuação inovadora das fintechs

Não é de hoje que o modo como nos relacionamos com o dinheiro tem se transformado. Desde o surgimento dos cartões de débito e crédito, cada vez menos precisamos do dinheiro físico. Para as novas gerações, dinheiro parecerá mais uma sequência numérica na tela do smartphone do que uma figura impressa no papel.

A virtualização do dinheiro nos permitiu fazer compras online, realizar pagamentos e transferências. O próximo passo dessa evolução é gestado pelas fintechs: a virtualização de todas as operações financeiras.

Mais poder de escolha ao consumidor

Os bancos detinham exclusividade de operações e produtos que, hoje, já são oferecidos por inúmeras outras empresas. Muitas das quais nichadas, ou seja, que atuam focadas em determinada área ou produto financeiro. Como a Bcredi, que atua apenas com produtos de crédito imobiliário e investimentos.

Com mais players no mercado de operações financeiras, melhor para o consumidor, que passa a ter condições de comparar e escolher aquele fornecedor que melhor atende a sua demanda. Assim como os aplicativos de transporte urbano, que ampliaram a oferta deste tipo de serviço, antes restrito aos táxis.

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Visualizar todas as publicações