Evitar a falência da sua empresa é possível sim: entenda como

Evitar a falência da sua empresa é possível sim: entenda como
Julia Broens

9 de agosto de 2018

Atualizado em: 6 de setembro de 2019

A falta de planejamento, de capacitação técnica e gestão do negócio podem resultar na falência da empresa. Mas o que poderia ajudar os empresários e empreendedores na hora de administrar e gerenciar melhor o seu negócio? Entenda como evitar a falência da empresa.

Quem gerencia o seu próprio negócio precisa entender que o trabalho precisa ser bem feito para evitar a falência da empresa. O termo técnico para a falência chega até a assustar: a chamada taxa de mortalidade das empresas indica quantos negócios fecharam em um período específico depois do início das suas atividades.

Em 2016, o Sebrae fez uma pesquisa com empresas criadas em 2011 e 2012, com o objetivo de diagnosticar a realidade das empresas brasileiras nos seus primeiros anos de atividade. Entre os anos de 2010 e 2014, a taxa de sobrevivência dos negócios com até 2 anos de atividade passou de 54% para 77%. Mesmo com essa melhora significativa, a falência ainda é uma realidade de muitas empresas.

Fatores que levam à falência da empresa

Para determinar as razões do fechamento do negócio, muitos fatores devem ser analisados. Isso porque a falência da empresa costuma ser uma combinação de motivos. O Sebrae elenca 4 áreas para esses motivos: como o empresário estava antes da abertura da empresa, como o planejamento dos negócios foi realizado, a capacitação em gestão empresarial e a gestão do negócio em si.

Falamos dos motivos, mas quais seriam as soluções para resolver tudo isso? Essa mesma pesquisa mostrou que os empresários apontaram que a falência da empresa teria sido evitada se houvesse menos impostos, a cartela de clientes fosse maior e se o planejamento do negócio tivesse sido melhor elaborado.

Crédito facilitado

Com o mercado cada vez mais competitivo, aliar uma boa gestão da empresa e ter recurso para gerenciar as respostas aos diferentes cenários é fundamental para que a empresa sobreviva. Além disso, é preciso ter o investimento inicial para abrir o negócio e o capital de giro para manter tudo funcionando bem.

Os empresários entrevistados apontaram que o crédito facilitado também teria sido útil para evitar a falência da empresa. Isso mostra que buscar um crédito nem sempre é negativo, e pode ser uma excelente solução de investimento para o seu negócio. Ao gerenciar o investimento e aplicá-lo no negócio, como na compra de novos equipamentos ou na ampliação do quadro de funcionários, a empresa consegue se equilibrar melhor e sobreviver no mercado.

Planejamento é fundamental

Solicitar um crédito ainda é visto como algo negativo, porque as linhas tradicionais de crédito são as mais utilizadas pelos brasileiros e possuem as taxas de juros muito altas com prazos para pagamento são curtos. Mas, existem linhas alternativas que combinam com uma boa saúde financeira. Por isso, a dica é buscar por essas modalidades, como o crédito com garantia de imóvel, e planejar todos os passos a serem dados pela empresa.

Confira algumas dicas antes de solicitar um crédito para investir no seu negócio:

  • Entenda onde investir o dinheiro: planeje onde e quanto de dinheiro será aplicado;
  • Conheça as linhas de crédito disponíveis: não precisa pagar mais quando se pode pagar menos. O crédito com garantia de imóvel, por exemplo, tem as taxas de juros mais baixas do mercado e ainda oferece vantagens para quem irá abrir uma franquia;
  • Acompanhe o seu plano de negócios e, se necessário, faça os ajustes que achar conveniente.

Mesmo que muita gente pense que solicitar um crédito é algo ruim, é importante considerar a principal regra do empréstimo. Se a taxa de retorno sobre o investimento for maior que as taxas de juros do crédito, vale a pena contratar o crédito – ainda mais se for para manter o sonho de ser o seu próprio chefe.

Que tal fazer uma simulação com a gente e conhecer quais são as vantagens de se conseguir um crédito saudável para a sua empresa? Vem para a Bcredi!

Julia Broens

Seguidora fiel do mundo financeiro, de inovação e tecnologia, escrever sempre foi uma das minhas grandes paixões. Sou formada em Comunicação Organizacional e acredito que a boa comunicação é fundamental para descomplicarmos o universo financeiro

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *