Como solicitar empréstimo para MEI: saiba tudo sobre essa linha de crédito

Homem assinando contrato com caneta

Você sabia que o microempreendedor individual pode solicitar um empréstimo MEI para obter crédito extra? Em razão de suas condições diferentes de trabalho, esse profissional tem alguns benefícios e direitos singulares em relação a outros empreendedores, inclusive no processo de contratação de crédito.

Afinal, quem é MEI enfrenta dificuldades, como a possibilidade de faltar capital de giro, ou não ter uma contabilidade dentro da sua empresa, por isso, essa solicitação é bem menos burocrática e tem taxas menores. Pensando nisso, fizemos esse artigo para que você entenda como conseguir um empréstimo MEI e tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto. Continue lendo para saber mais informações!

Requisitos para solicitar um empréstimo MEI

O MEI é uma pessoa física com CNPJ, não uma empresa propriamente dita. Compreender essa linha tênue que separa o microempreendedor individual de uma empresa regular é fundamental para entender como conseguir empréstimo para MEI.

Para que o microempreendedor continue registrado nesse regime tributário e possa solicitar seu crédito, ele precisa seguir algumas regras, como:

  • ter faturamento anual de no máximo R$ 81 mil;
  • não contratar mais que um colaborador;
  • não ser sócio de outras empresas;
  • exercer uma das atividades permitidas pelo Comitê Gestor do Simples Nacional.

Além disso, o MEI deve pagar a Declaração de Arrecadação Simplificada (DAS) mensalmente. Por meio desse imposto, você contribuirá para sua Previdência Social, salário-maternidade, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte.

Se você atende a todos esses requisitos, está apto a contratar sua linha de crédito para MEI.

O empréstimo para MEI pode ser usado para a pessoa física?

Ao fazer sua solicitação de empréstimo, é necessário declarar a finalidade do uso do dinheiro. Ele pode ser usado para diversos fins, como pagamento de fornecedores, compra de equipamentos e mercadorias ou organização financeira do seu empreendimento.

Se você precisa de dinheiro para investir em algum projeto pessoal ou quitar alguma dívida de sua pessoa física, é necessário pedir uma linha de crédito específica para esse fim. Em outras palavras, não é permitido solicitar um empréstimo MEI para aplicá-lo em algo que não seja a expansão do seu negócio.

Etapas para a solicitação do crédito para MEI

Para fazer a solicitação do crédito é necessário seguir alguns passos, mas não se preocupe, é mais simples do que parece. Basta verificar as opções de empréstimo disponíveis nas instituições financeiras de sua preferência e juntar todos os documentos necessários. A seguir, veja uma lista com os processos da contratação de crédito em ordem numérica:

  1. Escolha da instituição financeira com as melhores condições;
  2. Apresentação da proposta de crédito;
  3. Preenchimento da ficha;
  4. Análise de crédito;
  5. Aprovação;
  6. Quitação do boleto.

Durante a apresentação da proposta de crédito, você deve indicar qual é o objetivo do empréstimo, ou seja, para que precisa do dinheiro. Após esse primeiro passo, é necessário preencher a ficha com todos os documentos solicitados e prosseguir para a análise de crédito, em que será avaliada a sua capacidade de pagamento de acordo com sua renda.

Após a aprovação, o dinheiro cairá na sua conta corrente e já pode ser usado. Depois, é só pagar o boleto de acordo com as datas de vencimento e os valores acordados.

Quais documentos preciso apresentar?

A lista de documentos para empréstimo MEI varia de uma instituição financeira para outra, mas é possível citar alguns obrigatórios em praticamente qualquer concessão de crédito:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de MEI;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda.

Como comprovar a renda?

A comprovação de renda é uma maneira da instituição financeira ter garantia de que você tem capacidade de pagar as parcelas acordadas durante a contratação do crédito. Se você não conseguir comprovar a renda, dificilmente conseguirá o empréstimo.

Existem algumas opções para realizar a comprovação, entre elas estão o extrato bancário, os contratos de prestação de serviço, a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) e a Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF).

Se a modalidade escolhida for o extrato bancário, é importante ressaltar que a instituição financeira estabelecerá uma média baseada em 3 a 6 meses anteriores para se certificar de que você tem renda compatível com o valor das parcelas.

No caso da DIRPF, apesar de ser um documento oficial e com valor comprobatório, ela só mostra os ganhos do último ano. Sendo assim, pode ser que o banco solicite outros meios de comprovação de renda dos meses passados, dependendo do valor de crédito solicitado.

Situações em que o empréstimo vale a pena

Talvez você já tenha pensado em solicitar algum tipo de crédito, mas como saber se essa opção vale a pena para sua situação? Bom, existem alguns cenários que podem ajudá-lo a identificar a necessidade de um empréstimo, como quando você precisa fazer:

  • reformas no estabelecimento;
  • melhoria dos produtos vendidos;
  • modernização das instalações;
  • ganho de escala;
  • atendimento a períodos de sazonalidade;
  • aumento da percepção de valor do cliente.

Algumas das vantagens de solicitar um crédito para MEI a fim de aplicá-lo em algum desses cenários é a redução da burocracia, a diminuição das taxas de juros e a ausência de apresentação de garantia real.

Como o Portal do Empreendedor comprova a legalidade de todas as atividades exercidas por um MEI, o processo de contratação do empréstimo é muito mais rápido, porque a instituição financeira tem certeza de que sua situação está regularizada.

Além disso, os juros são menores que os aplicados em outras linhas de crédito e costumam ser de 1% a 9,5% ao mês, variando de acordo com a instituição financeira selecionada.

Se você quiser quitar alguma dívida referente a seu negócio, basta solicitar um empréstimo para MEI negativado, essa é uma ótima opção para eliminar seus débitos e regularizar sua situação.

Quais são os cuidados antes de solicitar um empréstimo para MEI?

Apesar de essa modalidade de crédito ser totalmente segura e valer muito a pena em diversos casos, é necessário avaliar alguns critérios antes de fechar um acordo, para que ele seja a solução dos seus problemas e não uma dívida. Essa é a maior dica para garantir uma contratação consciente e efetiva.

Por isso, antes de assinar qualquer contrato, faça as considerações a seguir:

  • Eu realmente preciso de um empréstimo?
  • As parcelas do acordo cabem em meu orçamento?
  • Tenho um planejamento financeiro traçado?
  • Sei qual será o impacto real das mensalidades em minha renda?
  • Isso pode atrapalhar o desenvolvimento do meu negócio?

Se você decidir que o empréstimo é a melhor saída para seu problema e perceber que as parcelas do acordo terão um impacto moderado sobre sua renda, após realizar um planejamento financeiro, então você pode seguir em frente com sua contratação.

Quais são os tipos de crédito para MEI?

Existem diversas modalidades de crédito para MEI, cada uma com suas particularidades. Confira as principais abaixo:

  • Cartão BNDES;
  • Empréstimo para MEI com garantia de imóvel;
  • Empréstimo para capital de giro;
  • Linha de microcrédito;
  • Cheque especial pessoa jurídica.
1

São inúmeras as possibilidades para expandir seu negócio, sair do vermelho ou melhorar a experiência de seus clientes. Quando você solicita empréstimo para MEI, abre diversas portas e alcança a oportunidade de atender mais clientes e fechar novos negócios.

Se você gostou de saber mais sobre esse assunto, aproveite e confira outros artigos no blog da Bcredi!

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Visualizar todas as publicações