Como um empréstimo pode ajudar sua empresa a sair do vermelho?

Parece óbvio dizer que você pode contar com um empréstimo para sua empresa sair do vermelho. A lógica é simples: você encontra alguém ou uma instituição que tem o capital que você precisa para resolver seus problemas, troca por alguma garantia e paga conforme o combinado. Resolvido? Não tão rápido assim.

Para que você possa fazer um empréstimo para a empresa sair do vermelho, é preciso tomar algumas decisões e, principalmente, avaliar o que cabe na estrutura da sua empresa – e que não vai te prejudicar mais do que te ajudar no futuro. Para entender tudo o que você precisa saber antes de pedir um empréstimo, continue nos acompanhando neste artigo!

Não é nada incomum encontrarmos empresários fazendo o possível e impossível para tirar a empresa do vermelho. E como você deve imaginar, isso não é tarefa fácil. Quando isso acontece, o mais correto é avaliar a situação da empresa, desde o primeiro dia de operação, conferir tudo o que pode ser cortado, modificado e continuado e rever o modelo de negócio.

Nesta etapa, é possível que os empresários se deparem com algumas oportunidades e investimentos que não podem passar batidos. O problema é quando não há caixa para investir, e aí contar com um empréstimo para a empresa sair do vermelho se torna uma opção.

Mas qual é o tipo de empréstimo ideal para o momento da sua empresa? Quais são as melhores condições de contratação para o seu negócio? Quais são os tipos de crédito disponíveis? Calma,  nós vamos te ajudar com todas essas dúvidas. Mas antes, vamos falar sobre capital de giro! Afinal, ele é a principal motivação dos empresários que procuram o tal do empréstimo para a empresa sair do vermelho.

Capital de giro: a maior dor das empresas brasileiras

Entender sobre o capital de giro consiste em saber qual parte do dinheiro que “circula” na conta da empresa não é propriamente dela. Ele deve ser utilizado para manutenção do negócio e garantir o pagamento das contas obrigatórias para o funcionamento da operação.

Quando você compra algo ou contrata algum serviço à vista, financia a operação do momento da compra, até o momento da venda. Por outro lado, quando você parcela a compra, quem financia é o seu fornecedor. Sendo assim, para manter a saúde do seu fluxo de caixa, é importante conhecer o tempo que você demora para vender e receber, e relacionar com o seu prazo de pagamento.

Você consegue pagar todas as contas em dia? Sobra algum dinheiro para guardar ou investir?
Faça nosso teste e descubra como está sua saúde financeira!

Como escolher o melhor tipo de crédito para sua empresa?

Para saber escolher e analisar as opções de crédito, é preciso entender para que serve cada uma delas, o que está envolvido nas negociações, e principalmente qual é o momento da sua empresa. Dessa forma, uma proposta de empréstimo é baseada em três principais pilares: taxa de juros, prazo para quitação do contrato e valor emprestado.

Taxa de juros: 

Ela varia de acordo com o risco identificado pela Instituição, sendo que os principais pontos avaliados são: a garantia oferecida no contrato e o seu histórico de bom pagador. O momento da economia influencia também, mas isso já não depende de você, certo?

A remuneração da instituição e demais despesas de transação também são incluídas na taxa. Então, quando for comparar produtos bancários, o ideal é que avalie produtos semelhantes, assim você vai poder recorrer efetivamente à taxa mais competitiva. 

Prazo do contrato de empréstimo:

Ele pode variar entre um dia e anos. Existem operações de curtíssimo prazo, para devolver o dinheiro em 15 dias, ou para cobrir a conta só por uma semana, e existem financiamentos a longo prazo. No Brasil, por exemplo, a maioria dos imóveis é financiado em 35 anos. O tempo para devolver o dinheiro influencia nas condições contratuais. 

Valor da operação

Emprestar dinheiro tem um custo para a instituição, ainda mais no caso de um país com alto endividamento como o Brasil. Sendo assim, negocie somente o necessário, avalie nas suas projeções o quanto você realmente precisa e dê um destino fixo para esse dinheiro.

Empréstimo com Garantia de Imóvel

Agora que você já sabe um pouco mais sobre empréstimos, queremos te apresentar a especialidade da Bcredi: o empréstimo com garantia de imóvel. É um tipo de crédito mais saudável que outras modalidades e com a menor taxa de juros do mercado.

Você coloca um imóvel próprio como garantia, o que dá mais segurança para quem vai te emprestar o dinheiro e isso garante uma taxa de juros menor, um prazo de pagamento maior e parcelas bem tranquilas, chegando a ser até 85% mais baratas que as prestações dos outros tipos de empréstimo.

Para fazer uma simulação clique aqui.

Como se prevenir?

Ficou mais fácil entender como um empréstimo pode ajudar a tirar sua empresa do vermelho, não é mesmo? Mas vale lembrar que a cautela nesse processo é bem importante. Além disso, é fundamental que você tome cuidado com a sua operação para prevenir o uso exagerado de empréstimos.

Para isso, conte com uma plataforma de gestão financeira automática para manter seu departamento financeiro em dia, evitando surpresas indesejadas. Nossa dica é a Celero. Para saber mais sobre o trabalho da Celero e como ela pode te ajudar, é só clicar aqui!

Você consegue pagar todas as contas em dia? Sobra algum dinheiro para guardar ou investir?
Faça nosso teste e descubra como está sua saúde financeira!
Celero Plataforma de Gestão Financeira

Visualizar todas as publicações

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *