Empréstimo com garantia de imóvel: tudo o que você precisa saber sobre a modalidade

Tudo que você precisa saber sobre o crédito com garantia de imóvel
Julia Broens

20 de agosto de 2018

Atualizado em: 18 de outubro de 2019

O empréstimo com garantia de imóvel, também conhecido como refinanciamento ou home equity, é uma modalidade de crédito mais saudável que as tradicionais, afinal, as taxas de juros são mais baixas e os prazos são mais longos para pagamento.

Ainda assim, existem muitas dúvidas que giram esse tipo de empréstimo. Por isso, reunimos as principais perguntas e respostas sobre a modalidade. Confira o que você poderá esclarecer:

O que é o empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel é uma modalidade de crédito imobiliário que tem se popularizado no Brasil cada vez mais. Nessa operação, a pessoa utiliza um imóvel como garantia na hora de contratar um crédito, reduzindo assim as taxas de juros. Ele possui muitos sinônimos, tais quais crédito com imóvel em garantia, refinanciamento e “home equity”, como é conhecido internacionalmente. Como a operação exige um bem, as condições acabam sendo mais atrativas e melhores que as modalidades tradicionais, como o rotativo do cartão de crédito e o cheque especial, por exemplo.

Refinanciamento é o mesmo que financiamento imobiliário?

Não! Refinanciamento e financiamento são tipos de crédito diferentes. A primeira modalidade é chamada de refinanciamento justamente pela sua operação: o contratante terá seu empréstimo delimitado pelo valor do seu imóvel. Por exemplo, na Bcredi, você pode contratar um crédito que é 50% do valor do seu imóvel. Ou seja, a pessoa acaba por pagar novamente o valor do bem colocado como garantia, com a diferença que poderá utilizar o montante total como quiser.

Por ter uma nomenclatura semelhante, o refinanciamento é frequentemente confundido com outra modalidade de crédito imobiliário, o financiamento. Mas, é importante lembrar que eles têm objetivos bem diferentes. No primeiro, a pessoa já tem um imóvel e deseja um crédito com uso livre; no segundo a pessoa quer adquirir uma casa.

Como funciona a contratação do crédito com garantia de imóvel?

Com a chegada das fintechs e o uso da tecnologia para realização de serviços financeiros, a contratação de um empréstimo se tornou muito mais descomplicada e com menos burocracias. Contratar um empréstimo com garantia de imóvel na Bcredi é fácil e totalmente online. Confira as 5 etapas para chegar ao pagamento:
1 – Simulação: Esse é o primeiro passo, no simulador, você informa o valor do seu empréstimo, do imóvel e seus contatos iniciais. Um consultor estará à disposição e acompanhando a operação.
2 – Aprovação do crédito: Os documentos serão avaliados para uma pré-aprovação do crédito. A aprovação final se dá após a análise da avaliação do imóvel e documentações gerais.
3 – Avaliação do imóvel: Seu imóvel será avaliado por uma empresa especializada para definir o valor concreto do que será emprestado.
4 – Análise jurídica: Essa é a fase de conferência de toda a documentação pessoal e do imóvel para prosseguir para o contrato.
5 – Contrato e cartório: Com tudo aprovado, a última parte é a emissão do contrato e reconhecimento em cartório.

Com isso, logo seu dinheiro estará em conta e poderá usá-lo da maneira que preferir!

As principais vantagens da modalidade

O empréstimo com garantia de imóvel tem características diferenciadas de outras modalidades justamente por trabalhar com uma garantia real. Em comparação ao rotativo do cartão de crédito, cheque especial e empréstimo pessoal, consegue ser um tipo de crédito com parcelas mais saudáveis. Para facilitar, elencamos as principais vantagens:

  • Prazo estendido de pagamento: A quitação das parcelas pode ser feita em até 180 meses.
  • Taxas reduzidas: Com os menores juros do mercado, o crédito tem taxas a partir de 0,99% ao mês na Bcredi.
  • Parcelas que são mais acessíveis: Por ter menos juros indexados mês a mês, as parcelas ficam mais adequadas para o bolso de quem está pagando.
  • Utilizar como quiser: O crédito tem o uso livre, sem uma finalidade específica. Ou seja, a pessoa pode utilizar para quitar dívidas e ainda investir em projetos pessoais, por exemplo.

Como posso usar o Crédito com Garantia de Imóvel?

Enquanto no financiamento o crédito é usado para aquisição de imóvel, no CGI (refinanciamento) o crédito tem uso livre. O valor obtido pode ser utilizado da maneira que o cliente precisar, como a construção e reforma de imóveis e o investimento em empresas. Saiba mais sobre esse crédito imobiliário:

Para quitar dívidas mais caras

Por apresentar taxas e prazo de pagamento melhores do que outras operações de crédito, o CGI é uma excelente alternativa para a quitação de dívidas mais caras, como o rotativo do cartão de crédito, o cheque especial e empréstimos pessoais, por exemplo. Saiba mais sobre como usar seu imóvel como garantia para quitar dívidas.

Para investir na empresa

Para quem empreende ou deseja empreender, o Crédito com Garantia de Imóvel também é uma ótima opção. O empresário ou profissional liberal pode apresentar seu imóvel particular e utilizar o crédito para investimento na sua empresa, seja como capital de giro, em projetos de expansão ou novos negócios. E quem busca  crédito para investir em franquias tem ainda mais vantagens, como a carência maior para pagamento da primeira parcela.

Para construir ou reformar

O próprio imóvel que será reformado pode ser apresentado como garantia. Descubra como obter crédito para reforma e construção pela internet. E confira 5 dicas de reformas importantes que você pode fazer com crédito imobiliário para valorizar seu imóvel.

Os juros da modalidade de empréstimo com garantia de imóvel

Geralmente, as taxas de juros das modalidades de crédito são os principais vilões para o acúmulo de dívidas e inadimplência. Mas, no caso do crédito com garantia de imóvel, os juros baixos são uma de suas principais vantagens, já que se tratando se uma garantia real, os valores são menores. Esse é um tipo de empréstimo em que as taxas são de até 2%. Na Bcredi, trabalhamos com as menores do mercado, a partir de 0,99% ao mês.

>> Simule as parcelas do empréstimo com garantia de imóvel da Bcredi. As menores taxas do mercado e o maior período de pagamento.

A variação dos juros está atrelada ao imóvel colocado como garantia e também à região em que ele está localizado. Para entender qual caso se encaixa, o ideal é realizar uma simulação ou entrar em contato com a instituição financeira.

Valores da operação

Por se tratar de uma garantia real de alto valor, os valores da contratação também são mais altos, geralmente a partir de R$30mil. Na Bcredi, o empréstimo é entre R$30mil até R$ 2 milhões, sendo que o imóvel colocado como garantia deve ter, no mínimo, o dobro do valor do crédito.

Alienação fiduciária: o que é e porque tenho que saber dela

A alienação fiduciária é o modo como o contrato do crédito com garantia de imóvel é feito. Ou seja, é o modelo de garantia firmado entre o credor e a instituição na qual escolheu solicitar o empréstimo. Na prática, a alienação deixa o imóvel colocado como garantia de crédito no nome da financeira até que o crédito seja quitado. Em caso de descumprimento do acordo, o imóvel pode ser tomado. Mas, não precisa desistir ou ter medo dessa operação por isso: o número de inadimplência nesse tipo de operação é bem pequeno e com um bom planejamento, essa pode ser uma modalidade muito vantajosa.

Um dos principais motivos para o medo da modalidade é atrelar a alienação fiduciária com a hipoteca e suas consequências nos Estados Unidos, em 2008. Para esclarecer quais são as diferenças entre crédito com garantia de imóvel e hipoteca, preparamos um vídeo especial para desmistificar o assunto.

Para que os contratantes fiquem mais seguros com a operação, é importante ressaltar que existe uma lei, a lei nº 9.514, que garante a padronização dos contratos. Nela estão todas as informações pertinentes a aplicação dos processos desse tipo de modalidade de crédito.

Quem pode solicitar? Empréstimo para pessoa física e pessoa jurídica

O empréstimo com imóvel em garantia pode ser contratado por pessoas físicas ou jurídicas. Uma das vantagens do uso livre é que a pessoa pode contratar como PF para utilizar na sua empresa, como investimento na expansão ou capital de giro.

Outra característica interessante dessa modalidade é a possibilidade de combinar as rendas de PF e PJ. Isso é muito positivo para autônomos, por exemplo, que teriam dificuldade de aprovação de crédito em outros lugares e aqui conseguem realizar a comprovação da renda.

Quais as condições aceitas do imóvel?

  • Os imóveis aceitos nesse tipo de operação variam de acordo com cada promotora de crédito. Mas, em geral, aceitam-se imóveis residenciais ou comerciais que podem ser novos ou usados, averbados ou não-averbados e quitados ou financiados.
  • Um imóvel financiado pode ser colocado como garantia?
    Para imóveis financiados, pede-se para que o valor já quitado seja no mínimo 50% do bem. Assim, a empresa consegue realizar uma portabilidade de crédito e assumir o restante das parcelas. O cliente, por sua vez, conseguirá utilizar a casa como garantia de um empréstimo com parcelas reduzidas.
  • Preciso morar no imóvel? E posso alugar ou vender?
    O contratante do empréstimo pode, mas não precisa morar no imóvel colocado como garantia. Se o cliente tiver mais de um imóvel ou optar por alugar aquele que está na operação, é possível. Em relação à venda, também é uma opção, contanto que o comprador assuma as parcelas – nesse caso, a instituição deverá indicar o melhor processo.
  • A casa precisa ser do contratante do crédito?
    Não necessariamente, mas é preciso que o dono do imóvel participe de toda a contratação de crédito – mesmo que não comprove a renda para pagamento.

Quais são os usos mais comuns do empréstimo com garantia de imóvel?

Uma das principais vantagens desse tipo de crédito é a flexibilidade do seu uso. Isso é, a pessoa contrata um valor e pode utilizar da maneira que melhor lhe convir. Dentre as principais finalidades utilizadas pelos clientes, estão:

  • Quitação de dívidas: É possível consolidar as contas com juros altíssimos, como o cartão de crédito. Assim, o contratante terá apenas uma parcela com valores mais acessíveis.
  • Capital de giro: Os empresários buscam esse tipo de modalidade para acessar um dinheiro de capital de giro saudável para sua empresa.
  • Expansão ou abertura de empresa: Com valores de até R$1,5 milhão em crédito, um empreendedor pode utilizar o montante para tirar do papel sua ideia de negócio.
  • Abertura de franquia: Outro fim que combina com a veia empreendedora, a área de franquias ganha condições especiais no crédito, como uma carência de até 6 meses para o pagamento da primeira parcela. Reforma ou construção: Pagar a reforma da casa e da empresa à vista e acertar as parcelas do crédito com garantia de imóvel de maneira mais fácil é uma ótima maneira de economizar.
  • Casamento ou viagem: A realização de sonhos ou metas grandes também pode ser auxiliada por esse tipo de empréstimo, já que oferecem condições mais vantajosas e com prazo de pagamento longo.

Como sei que o crédito com garantia de imóvel é a melhor opção para mim?

Você tem uma das intenções citadas acima, mas, ainda não tem certeza da sua escolha? Ou está pensando em alguma outra finalidade e não sabe se encaixaria em uma boa alternativa? É importante estar atento a alguns fatores, como o valor necessário para seu planejamento, qual é o prazo ideal para o pagamento e quanto poderia pagar nas parcelas.

Um termômetro interessante para a decisão é realizar uma comparação entre as principais modalidades de crédito disponíveis no Brasil. Apesar de serem as mais comuns, o rotativo do cartão e o cheque especial são, disparadas, as modalidades com as taxas de juros mais elevadas – e as principais vilãs do endividamento e inadimplência. Entenda melhor no gráfico:

Simulação de crédito no valor de R$ 100.000, com prazo de 180 meses para pagamento

Por se tratar de uma modalidade que envolve um bem como garantia, os valores da contratação são maiores e é importante que se tenha a segurança necessária para pagar mês a mês. Caso você possua um imóvel e tenha um plano de alto valor, essa é uma opção muito interessante para você. De qualquer maneira, na Bcredi, temos consultores especializados para ajudar na decisão final.

Qual o valor das parcelas?

O valor vai variar em cada caso. O limite prudencial é de que a renda mensal seja comprometida em até 30%, considerando-se o valor das parcelas do seu crédito. É possível a inserção de mais proponentes para composição de renda, desde que haja vínculo para pagamento.

Documentação necessária

Resumidamente, você precisará dos documentos pessoais, aqueles que comprovam sua renda e os documentos do imóvel. Podendo alterar-se de acordo com cada instituição financeira, os pedidos comuns são: a) para os dados pessoais:, a proposta de crédito, RG, CPF, comprovante de residência e estado civil; b) para o imóvel, a matrícula do imóvel, IPTU e declaração de inexistência de débitos condominiais; c) para comprovar renda, extratos bancários dos últimos 6 meses e IRPF.

A intenção do crédito não é tomar o imóvel colocado em garantia

A modalidade ainda está se popularizando no Brasil, então muitas pessoas ainda têm receio de aderir à modalidade por conta de alienar o seu imóvel. Entretanto, é importante lembrar que a credora não tem a intenção de oferecer esse empréstimo para ficar com o imóvel da pessoa.

Esse medo está bastante atrelado à hipoteca e ao boom imobiliário dos Estados Unidos em 2008. Mas, ao contrário do que aconteceu no cenário exterior, a avaliação é criteriosa e existem limites de valores justamente para dar mais segurança para quem está contratando. As instituições se preocupam em entender todo o cenário da pessoa para conseguir aprovar um crédito que seja bom e não acabe ficando na bola de neve do endividamento.

Crédito com garantia de imóvel x veículo. Quais as principais diferenças

O crédito com garantia de veículo e o empréstimo com garantia imobiliária se diferenciam de acordo com o montante que a pessoa precisa e o bem disponível. Isto é, as duas modalidades funcionam basicamente da mesma maneira, mas os imóveis permitem que o contratante tenha um crédito de valores mais altos e que possa ser pago em um prazo mais longo.

É possível transferir esse tipo de crédito de um banco para outro?

Sim, por meio da portabilidade de crédito. Um empréstimo pode ser transferido de um banco tradicional, por exemplo, para uma fintech, como a Bcredi, para que o contratante consiga condições ainda mais interessantes para suas parcelas.

Para entender como proceder nesse caso, o ideal é entrar em contato com as instituições envolvidas na operação.

Posso utilizar o imóvel em mais de um empréstimo?

Nesse caso, não. O imóvel poderá estar atrelado apenas a uma operação de crédito por vez, já que funciona como a garantia do pagamento das parcelas da mesma.

Apenas o imóvel é suficiente para fazer o empréstimo? Como funciona a comprovação de renda?

O imóvel é parte essencial da contratação, mas apenas a posse do mesmo não é suficiente para aprovar um crédito. Isso porque a pessoa precisa ter a segurança de pagamento das parcelas. Portanto, além de possuir um imóvel na área de atuação da promotora de crédito, o contratante precisa comprovar uma renda compatível às parcelas.

Conforme dito no tópico anterior, algumas documentações básicas são necessárias. Mas uma boa notícia nesse caso é que, na Bcredi, além de combinar as rendas de PF e PJ, as pessoas podem adicionar mais proponentes na operação. Então, existe uma flexibilidade para essa comprovação, mas é importante ter a ciência de que todos os envolvidos precisam participar do contrato e garantir o pagamento das parcelas.

É possível utilizar o FGTS para quitar ou pagar parcialmente esse tipo de operação?

Essa ação é comum em financiamento imobiliário, mas em operações de home equity, o FGTS não pode ser utilizado como parte do pagamento.

Custos do processo

As custas da operação de crédito com garantia de imóvel variam de acordo com a empresa. Na Bcredi, a simulação e análise de crédito são gratuitas e os outros custos, como taxa de manutenção, seguro e impostos são colocados nas parcelas automaticamente. O único custo à parte é a avaliação do imóvel, que é realizada por uma empresa parceira. Mas, isso só acontece na terceira fase da operação e os consultores explicam qual é o momento certo antes.

Qual o prazo para a liberação dos recursos?

O prazo interno da Bcredi está entre os mais rápidos do mercado, e leva em torno de 10 dias úteis para a emissão do contrato. Após esse período deve ser acrescentado o prazo demandado pelos cartórios, que varia por cidade, podendo oscilar de mais 20 a 45 dias úteis, caso não existam pendências com a documentação.

Contratar o CGI online é seguro?

Sim, é seguro contratar o crédito com garantia de imóvel pela internet, desde que você tome alguns cuidados (como em qualquer operação financeira online). Nós preparamos um post específico aqui no blog para responder a esta pergunta, que você pode conferir clicando neste link. Para saber mais sobre segurança no financiamento imobiliário online, você também pode conferir essas 5 dicas para usar o simulador de crédito online de forma segura.

O Crédito com Garantia de Imóvel da Bcredi

Valores: De R$30mil até R$ 2milhões
Prazos para pagamento: De 10 a 180 meses
Imóveis aceitos: Apartamento, Casa/Sobrado, Imóvel comercial ou Construções não-averbadas.
Amortização: SAC ou Price
Área de Atuação: PR, SP, RS, MG, Brasília e SC.
Faça uma simulação gratuita em nosso site: www.bcredi.com.br

Julia Broens

Seguidora fiel do mundo financeiro, de inovação e tecnologia, escrever sempre foi uma das minhas grandes paixões. Sou formada em Comunicação Organizacional e acredito que a boa comunicação é fundamental para descomplicarmos o universo financeiro

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

8 respostas para “Empréstimo com garantia de imóvel: tudo o que você precisa saber sobre a modalidade”

  1. […] Quem está endividado deve priorizar a quitação delas para ter uma vida financeira saudável. Nesse caso, você pode considerar fazer um empréstimo saudável para pagar as dívidas, como o crédito com garantia de imóvel. […]

  2. […] dos exemplos de modalidade com taxas mais baixas é o crédito com garantia de imóvel. Essa linha oferece taxas mais baixas de juros por envolver um bem como garantia. Isso dá mais […]

  3. Kerle disse:

    É possível usar mais de um imóvel como garantia de empréstimo?

    • Bcredi disse:

      Olá, Kerle!
      Tudo bem?

      É possível, contudo, precisamos entender o quanto de crédito você e precisa e os valores dos imóveis.
      O primeiro passo é fazer a simulação neste link: http://bit.ly/2AOmv4C
      Basta acessar e seguir as instruções.

      Se ficar com qualquer dúvida, conte com a gente

  4. Marcos Roberto de Souza disse:

    Bom dia, tenho um imóvel que não foi quitado e faltam 6.000,00 para quitar.
    Neste caso, teria que quitar ou o valor seria abatido, pois foi financiado pela caixa.
    Outra pergunta importante:
    Meu salário pode pagar as prestações conforme simulações.
    Só que já tenho um empréstimo de 30 % de margem descontado em folha.
    Isto influencia na análise? ??
    Obrigado

    • Bcredi disse:

      Olá, Marcos.
      Tudo bem?

      Primeiramente é necessário efetuar a quitação do seu imóvel, é necessário verificar todos os detalhes do financiamento para verificarmos a possibilidade de quitação.

      Acesse o nosso site e faça uma simulação clicando aqui: https://www.bcredi.com.br/index?simulador=cgi?link=sci, assim um de nossos consultores entrará em contato e poderá esclarecer todas as suas dúvidas.

      Se ficar com qualquer dúvida, conte com a gente

  5. Carlos Alberto disse:

    Tem limite de idade para usar este crédito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *