Entenda como as fintechs usam tecnologia para humanizar o atendimento

Bcredi

19 de maio de 2017

Atualizado em: 6 de setembro de 2019

Agilidade, processos simplificados e multiplicidade de canais de contato tornam o atendimento das fintechs mais amigável.

Já falamos sobre as diferenças fundamentais entre as fintechs e os bancos tradicionais. Mas, para entender de que forma essas diferenças geram um atendimento mais humano aos clientes, é preciso entender de que forma as empresas utilizam a tecnologia em seus processos.

As instituições financeiras tradicionais fazem uso da tecnologia. Ela está presente no sistema utilizado pelos funcionários da corporação, no caixa eletrônico, no aplicativo do internet banking. Contudo, estes recursos tecnológicos são ferramentas acessórias que, lentamente, são implementadas aos processos dos bancos e outras empresas financeiras. Basta analisar o aplicativo da maioria das instituições bancárias para perceber que os recursos são limitados e que muitos serviços ainda são exclusivos da agência.

No caso das fintechs, a tecnologia é inerente ao serviço oferecido ao cliente, e não uma mera extensão de serviços já disponibilizados em outras plataformas. Algumas fintechs, inclusive, sequer dispõem de um endereço físico para atendimento pessoal: o relacionamento se dá totalmente online, virtualmente.

Menos burocracia

Um dos benefícios mais claros que a tecnologia das fintechs oferece aos clientes é a redução da burocracia. Isso se dá por vários motivos. Em geral, as fintechs têm um portfólio de produtos mais enxuto, razão pela qual conseguem se comunicar e atender a seus clientes de maneira objetiva.

Para consolidar um mecanismo de atendimento online, a fintech também precisa mapear todas as necessidades e as etapas de interação com os clientes. Isso faz com que muitos processos próprios do mundo offline sejam simplesmente suprimidos, simplificando a jornada de compra.

O suporte online característico das fintechs, com uso de soluções como chat e click to call, também oferece mais agilidade no atendimento. Vale lembrar, ainda, o uso estratégico que as fintechs fazem do banco de dados dos clientes. Por meio deles, é possível acompanhar o histórico do cliente, suas preferências de contato, soluções já contratadas, entre outras informações que agilizam a vida do cliente.

Não que os bancos não disponham de muitos dados sobre seus clientes. A diferença é que, em geral, eles serão utilizados para vender mais e não para atender melhor, como é o propósito das fintechs.

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *