5 dicas para se preparar para as despesas do início do ano

O ano acabou de começar e você ainda tem dívidas pendentes, mas as novas contas começam a chegar. Veja nossas dicas para não passar sufoco.

O ano mal começou e você já está esquentando a cabeça com as famosas contas de janeiro? Não se assuste, pelo menos essas são as contas que você já sabia que teria que pagar, como o IPVA, DPVAT, IPTU e preparar tudo para o Imposto de Renda. Além desses impostos, muitas famílias precisam arcar com a matrícula dos filhos na escola, rematrícula na faculdade, materiais escolares, renovação do seguro da casa, do carro, de vida, plano de saúde. 

Enfim, a lista pode ser extensa, mas são contas que precisam ser pagas todo início do ano, sem surpresas. O que muitas vezes acontece é que não reservamos o dinheiro para esse tipo de gasto. A boa notícia é que se preparar para essas despesas pode ser mais fácil do que você imagina. Caso a situação seja mais grave e você ainda tem outras dívidas pendentes, nós da Bcredi vamos te passar 4 dicas certeiras pra se preparar e pagar essas contas em dia, confira!

Baixe a sua planilha financeira pessoal

Liste suas dívidas atuais e futuras

Como qualquer situação que exige um pouco mais de sua atenção e preparação, você precisa primeiro estar ciente de seu cenário. Antes de qualquer coisa, é importantíssimo que você saiba tudo que você tem a pagar assim que o ano virar, e isso inclui as despesas de final do ano como festas em família, presentes, viagem, cartão de crédito etc. Esses valores também fazem parte das primeiras despesas do ano, principalmente se você estiver com cheque especial em uso ou com a fatura do cartão de crédito a vencer.

Tendo essa visão global da sua situação, você consegue entender melhor como é o terreno à sua volta e até mesmo aproveitar oportunidades de negociação e sair ganhando um desconto ou outro em contas atrasadas. Como sempre falamos, o planejamento é importantíssimo e ter noção de como está sua saúde financeira pode te gerar novas oportunidades.

Coloque no papel tudo que você já tem a pagar e o que ainda terá de despesas em Janeiro. Mesmo que você tenha certeza absoluta de tudo que precisa pagar, não custa nada anotar tudo para que você possa ter uma visão do todo e evitar que sua memória lhe engane. Você pode usar uma planilha como o modelo para organização de orçamento familiar que a gente já mostrou aqui.

Agora que você já anotou e precificou tudo, é hora de realmente partir para as contas e se preparar da melhor maneira.

Guarde dinheiro para as contas de janeiro

Se você já sabe que essa conta chegará em janeiro, por que não se preparar? Guardar uma quantia fixa por mês que não prejudique seu orçamento familiar e que seja o suficiente para que no início do ano você tenha o montante necessário para quitar a despesa sem nem encostar no seu bolso. 

Como o final do ano é conhecido por um período de “vacas gordas” por conta do décimo terceiro, décimo quarto em alguns casos, bônus de final de ano, prêmios, férias, adiantamento de décimo terceiro do ano seguinte, pode ser que sua situação financeira pareça melhor do que é. 

Portanto, a melhor dica aqui é não gastar todo esse dinheiro extra em gastos supérfluos. Programe-se para usar seu dinheiro de maneira consciente e inteligente. Muitas vezes fazer um pequeno sacrifício vale a pena para não comprometer seu ano inteiro com novas dívidas.

Quite dívidas antigas antes de parcelar

No cenário acima, falamos de uma realidade onde há uma série de benefícios e um salário que comporte todas as dívidas de uma vez, mas sabemos que essa não é a realidade para muitos. Nem todos que ganham bonificações extras no final do ano ficam com as contas atuais em dia, quem dirá as que estão por vir.

Pensando nessas circunstâncias, existe a possibilidade de renegociar as suas dívidas e negociar suas despesas futuras. O parcelamento (que muitas vezes é visto como um inimigo) pode se tornar uma opção viável, mas cuidado, a linha entre um bom negócio e uma bola de neve iminente é tênue. Utilizar esta opção deve ser uma de suas últimas opções, e sempre opte por quitar suas dívidas de uma só vez. 

O parcelamento significa que você terá mais despesas recorrentes, então essa escolha exige muita parcimônia, já que pode dar a falsa impressão de que você não terá que lidar diretamente com aquela despesa. O valor será pago de qualquer forma, o que mudará é apenas o tempo que levará para que você pague ela. 

Em alguns casos, ter uma pequena parcela a mais no orçamento do mês ao longo do ano pode não fazer diferença alguma e pode até ser melhor para você, mas entenda que existem possibilidades de atrasos (o que gerará juros) ou até mesmo um valor maior para parcelamento. 

Repense seus gastos

Ok, essa pode parecer bem óbvia, mas pare pra pensar: você realmente precisa pagar aquele hotel 5 estrelas no final do ano, sendo que você pode pagar um 3 estrelas e ter uma experiência muito similar e ainda te poupar até 20, 30% do valor gasto? Todo mundo sabe que o conforto não precisa ser caro, e que experiências não têm preço. Portanto, reveja seus conceitos e comece a achar brechas para economizar.

Como falamos no começo dessas dicas, se adiantar é crucial, e é exatamente assim que você começa a se planejar corretamente para lidar com as despesas do começo do ano. Além disso, esses são os primeiros passos para ter uma saúde financeira ideal. Poupando um pouco aqui e um pouco ali, você pode salvar muito dinheiro e realizar seu sonho da casa própria ou trocar de carro no ano seguinte. 

Você quer um exemplo? Vamos lá:

Vamos supor que em Janeiro, você tenha que pagar o seguro do seu carro, que está na casa dos R$ 1.200,00. No caso de um parcelamento, você ficaria com um juros de 5% em cima desse valor e teria 12 parcelas de R$ 105,00

Agora vamos supor que você tenha uma série de gastos “desnecessários”, como aquela lata de refrigerante na volta do trabalho que você compra diariamente no posto de gasolina, mesmo sabendo que custa R$ 5,00 lá e apenas R$ 1,99 no mercado, mas está muito cansado e não quer entrar no mercado. Por dia, você está tendo um prejuízo de R$ 3,01, que não parece ser um valor significante, certo? 

Supondo que um ano tenha em média 250 dias úteis, temos aqui um gasto fixo de R$ 1.250 no ano. Caso você optasse por comprar esse mesmo refrigerante no mercado, gastando alguns minutos a mais, você teria um gasto fixo de R$ 497,50 no ano. São R$ 752,50 de economia por alguns minutinhos a mais de seu tempo. Aí está 60% do valor do seu seguro. E então, vale ou não vale a pena gastar uns minutinhos a mais?

Com uma simples mudança de hábitos somos capazes de concretizar grandes objetivos, basta um pouco de planejamento e ter a consciência de que sacrifícios serão necessários, mas o resultado é certo e lhe renderá bons frutos! 

Troque suas dívidas caras

Se você tem dívidas pesadas e com juros muito altos acumuladas já desde o ano passado, é hora de rever seu planejamento para quitá-las de uma vez. Faça as contas de quantas parcelas ainda restam a ser pagas, qual será o saldo total e como isso impacta seu orçamento mensal. Dependendo do resultado das suas contas, vale a pena fazer um empréstimo para quitar dívidas e unificar uma parcela mais leve para o seu bolso.

aqui as parcelas não pesam no bolso

Apesar de a princípio parecer estranho, muitas pessoas estão trocando dívidas caras por uma dívida mais barata, saudável e que pode ser paga sem peso no orçamento familiar. Ao quitar dívidas com juros muito altos à vista, você economiza uma boa quantia e ainda pode usar o resto do valor do empréstimo para quitar essas contas do início do ano também à vista!

E agora, pronto pra começar o ano com as contas em dia e a cabeça tranquila? Esperamos que sim! E já sabe: se precisar, conta com a Bcredi! Até a próxima!

Bcredi

A Bcredi é uma fintech que oferece Crédito com Garantia de Imóvel com uma das menores taxas do Brasil, de um jeito descomplicado. Nossos conteúdos te ajudam a entender melhor o universo financeiro e a fazer melhores escolhas com o seu dinheiro!

Visualizar todas as publicações

Um jeito descomplicado de você acompanhar as novidades do nosso blog.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *